AlagoasSLIDE

Trabalhadores dos Correios em AL adiam decisão sobre greve para a próxima terça

Categoria decidiu não avaliar a proposta do Tribunal Superior do Trabalho e seguir orientação do Comando Nacional de Negociação para adiar a decisão. 08/08/2018

Os trabalhadores dos Correios em Alagoas, decidiram em assembleia geral, na noite de terça-feira (07), não avaliar a proposta do Tribunal Superior do Trabalho e seguir orientação do Comando Nacional de Negociação para adiar a decisão sobre a greve nacional programada para iniciar ainda na terça-feira.

A decisão acontece após o TST sugerir a reedição do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 e o reajuste dos salários pelo percentual da inflação do período. A proposta da ECT era a de retirada dos direitos historicamente conquistados pela categoria, a exemplo dos 70% das férias, o pagamento integral de vale-alimentação entre outros.

Com a prorrogação das negociações, os trabalhadores continuam em estado de greve e esperam novos avanços na reunião que deverá ocorrer, até a próxima terça-feira (14), entre o TST, a empresa e os representantes da categoria.

A proposta do Tribunal Superior do Trabalho evidencia um recuo dos Correios graças a grande mobilização nacional dos trabalhadores, considerada vitoriosa até o momento, e a capacidade de articulação das lideranças sindicais no Comando de Negociação que, na data de hoje, conseguiu um feito histórico e emitiu orientação única e compartilhada entre a Fentect e a Findect para que se mantivessem o estado de greve e a realização de assembleias gerais na próxima terça-feira (14).

“Portanto, é importante manter e intensificar a união dos ecetistas para que a Fentect tenha todo o apoio e legitimidade durante a rodada de negociação no TST”, disse posicionamento do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos em Alagoas (Sintect-AL).

Agências e serviços funcionam normalmente

Nesta quarta-feira (8), todas as unidades dos Correios estão funcionando normalmente e todos os serviços estão sendo prestados. Caso alguma paralisação ocorra, a empresa já implantou um plano de contingência para garantir a continuidade do atendimento à população.

Fonte: Tribuna Hoje com Assessorias

PUBLICIDADE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar