AlagoasSLIDE

Estado de Alagoas está em quinto lugar em mortes violentas no Brasil

Taxa de mortes por 100 mil habitantes chegou a 64,4 | 10|08|2018 ÀS 05:39

Foto: Arquivo divulgação ABN

Alagoas caiu duas posições no ranking de Mortes Violentas Intencionais (MVI), passando de 3º para 5º, apesar de apresentar aumento do índice. Os dados são do 12º Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (9).

De acordo com o levantamento, houve aumento de 1,8% nas Mortes Violentas Intencionais (MVI). Foram 1.921 no ano passado, com taxa de 56,9% por 100 mil habitantes. Em Maceió, a variação de 2016 e 2017 foi de 24%. A taxa de mortes por 100 mil habitantes chegou a 64,4.

Sobre o assunto a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) avalia que há redução da violência no estado. “Nos últimos três anos o Estado saiu do topo da lista que liderou por dez anos, o que mostra que há redução de violência em Alagoas. Os resultados são fruto da nova política de integração entre as forças policiais, atrelado aos investimentos realizados e à política de valorização dos servidores da Segurança Pública”, diz a SSP.

Outro destaque foi a primeira colocação na categoria transparência de dados, isto é, Alagoas foi o estado brasileiro que mais forneceu informações para a elaboração do estudo.

“O Anuário também aponta que Alagoas tem a maior transparência de informações, o que coloca as estatísticas do Estado como as mais seguras e confiáveis do país. O Fórum de Segurança Pública elabora as pontuações em parceria com o Laboratório de Análise de Violência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (LAV-UERJ), com base nos critérios descritos no Protocolo de Bogotá”, afirma a Secretaria.

O titular da pasta, Coronel Lima Júnior considera os resultados positivos. “Isso aumenta a responsabilidade da pasta no sentido de seguir reduzindo os índices, promovendo assim uma sociedade cada vez mais segura aos alagoanos”, acrescenta.

NACIONAL

Alagoas acompanha uma tendência nacional. Em todo o país, houve aumento nos índices de violência. Foram 221.238 registros de violência doméstica em 2017 mais de 600 casos por dia, com 1.133 feminicídios e 4.539 (+6,1%) mulheres vítimas de homicídio. Além disso, foram 60.018 (+8,4%) estupros em 2017.

O Brasil registrou 63.880 mortes violentas em 2017, ou uma média de sete mortes por hora, o maior número de homicídios da história, segundo levantamento.

Fonte: Tribuna Hoje

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar