MundoSLIDE

Número de mortos após terremoto na Indonésia passa de 300

Tremor de domingo (5) deixou 270 mil desabrigados na ilha turística de Lombok, vizinha de Bali. 10/08/2018

O número de mortos no terremoto que atingiu a ilha de Lombok, na Indonésia, no domingo (5) chegou a 321 nesta sexta-feira (10). O tremor de 6,9 de magnitude foi seguido de várias réplicas, com intensidade inferior.

Mais de 270 mil pessoas tiveram que deixar suas casas nos últimos dias e cerca de 70 mil precisaram buscar abrigos.

As autoridades locais estimam que quase 75 % dos imóveis residenciais foram destruídos no norte da ilha, que é vizinha de Bali, em decorrência dos tremores.

 

Mãe e sua bebê de apenas três dias estão em abrigo no norte de Lombok, na Indonésia, nesta sexta-feira (10) (Foto: Beawiharta/ Reuters)

Mãe e sua bebê de apenas três dias estão em abrigo no norte de Lombok, na Indonésia, nesta sexta-feira (10) (Foto: Beawiharta/ Reuters)

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, afirmou que esse número deve aumentar porque há relatos de outras mortes que não foram incluídas no último balanço, segundo a Efe.

Na quinta-feira (9), um terremoto de 5,9 de magnitude atingiu Lombok, assustando moradores, saíram apavorados pelas ruas.

Terremoto

O terremoto que atingiu a ilha de Lombok no fim da tarde de domingo (5) teve 6,9 de magnitude, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O seu epicentro foi registrado a 10,5 km de profundidade, a 2 km ao sul de Loloan, no norte da ilha.

O tremor foi seguido de um alerta de tsunami que provocou pânico entre os turistas. Ele também foi sentido em Bali, o principal destino turístico do país.

O abalo aconteceu uma semana depois de outro terremoto, de 6,4 de magnitude, deixar 16 mortos e mais de 300 feridos, também em Lombok. Nesta ocasião, centenas de turistas ficaram presos no topo do monte do vulcão Rijani.

Círculo de Fogo do Pacífico

A Indonésia, um arquipélago de 17 mil ilhas e ilhotas, está em uma das regiões mais propensas a tremores e atividade vulcânica do mundo: o Círculo de Fogo do Pacífico. Cerca de 7 mil tremores atingem essa área por ano, em sua maioria de magnitude moderada.

A região, de cerca de 40 mil km de extensão, tem formato de ferradura e circunda a bacia do Pacífico, abrangendo toda a costa do continente americano, além de Japão, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia e ilhas do Pacífico Sul.

 

Em 2004, um tremor de magnitude 9,1, perto da costa noroeste da ilha de Sumatra, gerou um tsunami que matou 230 mil pessoas em 14 países no Oceano Índico.

Fonte: G1 Mundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar