EsportesSLIDE

Coutinho se vê mais experiente após Mundial, mas evita pensar na Copa de 2022

10/10/2018

Novamente titular da seleção brasileira no amistoso com a Arábia Saudita, na sexta-feira, o meia Philippe Coutinho admitiu nesta quarta que ganhou experiência ao disputar a Copa do Mundo da Rússia. Mas, ao mesmo tempo, o jogador do Barcelona evita projetar o futuro Mundial de 2022, no Catar.

Na sua avaliação, os jogadores da seleção precisam pensar jogo a jogo, torneio a torneio, e o alvo do próximo foco será a Copa América de 2019, em solo brasileiro. “[A Copa] É um torneio que exige bastante. Toda a pressão colocada exige muito até mesmo psicologicamente. Com certeza, os jogadores saem mais experientes. Então, acho que eu me sinto um pouco mais experiente depois de ter participado de uma Copa do Mundo.”

Para o meia de 26 anos, o técnico Tite ainda vai formar a base para o próximo Mundial. “Penso sempre jogo após jogo, convocação após convocação. Começamos um novo ciclo após a Copa, estou muito feliz de estar aqui mais uma vez”, afirmou o brasileiro. “Pensando lá na frente temos competições importantes, a Copa América é a próxima. Até lá temos que formar uma base forte.”

PELA PONTA
Para o duelo desta sexta-feira, em solo saudita, Coutinho deve atuar novamente pelo lado do campo, como aconteceu na Copa da Rússia. “Treinei nessa outra posição e sempre disse que isso depende do treinador. Eu sempre me preparo para poder ajudar e fazer meu melhor, seja qual for a posição.”

Questionado sobre Arthur, seu novo companheiro de meio-campo no Barcelona, Coutinho foi só elogios ao ex-jogador do Grêmio. Mas ainda não sabe se terá a companhia do volante no amistoso desta sexta. Pelo esboço inicial do técnico Tite, Arthur deve começar no banco de reservas.

“Arthur é um grande craque, é um prazer enorme jogar com ele. Fora de campo é super gente boa, e como jogador é um grande craque, joga simples no meio-campo, faz o time andar, é o motorzinho”, exaltou Coutinho. “Ele não perde muitas bolas e acerta muitos passes. É um meio-campista perfeito.”

ARGENTINA 
Depois do duelo contra os sauditas, a seleção brasileira vai rever a velha rival Argentina, novamente na Arábia Saudita, no dia 16. E Coutinho não deixou de responder sobre Lionel Messi, seu companheiro de Barcelona, que está ausente na seleção argentina desde a Copa.

“Não falamos muito sobre a seleção. Apesar de ele não estar presente, com certeza vai ser um grande jogo, um grande clássico. Eu quero ganhar da Argentina, seja com ou sem Messi, o que mais importa para mim é fazer um bom jogo e ganhar”, comentou.

Fonte: Futebol Interior 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar