MunicípiosSLIDE

Fiscalização apreende madeira que estava sendo retirada de Área de Preservação Permanente

Proprietário da fazenda onde material foi apreendido está preso. 06/11/2018

equipe Flora da Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco (FPI do São Francisco) apreendeu, na tarde desta segunda-feira (05), oito metros estéreos (unidade de medida para lenha) de madeira silvestre em Área de Preservação Permanente (APP) localizada na cidade de Pão de Açúcar, Sertão alagoano.

Os troncos de algaroba foram encontrados na caçamba de um caminhão que estava sendo carregado numa propriedade particular localizada na zona rural daquele município.

De acordo com a equipe Flora, o material suprimido é comumente destinado a carvoarias clandestinas. Porém, segundo relato do motorista do caminhão, que terá sua identidade preservada, a madeira tinha como destino uma cerâmica na cidade de Arapiraca, onde serviria de matriz energética na fabricação de tijolos.

O caminhão – de placa MUX 7168/Arapiraca – e a madeira apreendidos foram encaminhados ao Fórum de Santana do Ipanema. Dois facões, um codão e uma motosserra também foram recolhidos.

Já o proprietário da fazenda onde o material foi apreendido está preso. Ele foi conduzido à Delegacia Regional de Batalha e pode, mediante fiança – caso ela seja arbitrada pela autoridade policial, responder ao crime em liberdade.

A pena prevê de 1 a 3 anos de reclusão, além de multa no valor de R$ 42.140,00, em razão de a APP estar localizada na faixa marginal – que dista menos de 500 metros do Rio São Francisco -, com base no novo Código Florestal.

Fonte: Tribuna Hoje

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar