Policia

PF deflagra operação contra empresas responsáveis por obras irregulares em AL e mais dois estados

05/12/2018 | 07:17 | Fillipe Lima com Ascom PF

Crédito: Ascom PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (5) uma operação com o objetivo de desarticular um grupo criminoso acusado de irregularidades em obras públicas nas cidades alagoanas de Barra de São Miguel, Pariconha e Dois Riachos; além de Brejo da Cruz, na Paraíba; e as cidades baianas de Paulo Afonso, Glória e Chorrochó.

De acordo com a PF, o grupo criminoso teria praticado crimes licitatórios, de peculato, de responsabilidade fiscal e associação criminosa. As penas somadas ultrapassam 40 anos de prisão.

Foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão nos três estados. A Operação, intitulada “Playground Nordestino”, investiga duas construtoras que deixaram obras inacabadas. Os prejuízos aos cofres públicos são estimados em 1,6 milhão de reais. Os contratos realizados entre o poder público e as empresas são de aproximadamente 13 milhões de reais.

 

As apreensões desta operação serão devidamente formuladas e inseridas ao Inquérito Policial que está em andamento na sede da PF em Alagoas.

O nome “Playground Nordestino” é uma referência a uma área livre para recreação, posto que quadras poliesportivas não foram concluídas.

Fonte: Alagoas 24 horas

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar