Blog Kleverson LevyBLOGS

Blog Kleverson Levy : Pereira pode ficar com presidência da AMA na eleição do biênio 2019-2020

Pauline Pereira (PMB), atualmente comandando o Consórcio Intermunicipal do Sul do Estado de Alagoas (Conisul), não tem concorrente ao cargo ocupado por Hugo Wanderley

Como é de praxe acontecer na eleição à presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), quando o ocupante da cadeira de presidente tentará se reeleger na cidade que administra, o prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley (MDB), deve deixar o cargo a partir de 2019.
 
Primeiro, por conta da conquista de um segundo mandato no município. Com isso, caso queira permanecer à frente da cadeira de presidente da AMA, Wanderley teria menos tempo para reconquistar os votos dos eleitores para 2020.
 
Segundo, de acordo com fontes do Blog Kléverson Levy, é que o nome da prefeita de Campo Alegre e atual presidente do Consórcio Intermunicipal do Sul do Estado de Alagoas (Conisul), Pauline Pereira (PMB), surge – até então – como candidata única a vaga de Wanderley.
 
Pereira, que está em segundo mandato na Prefeitura de Campo Alegre, também vai deixar o cargo de presidente do Conisul onde, na oportunidade, deverá passar o comando do consórcio para o prefeito de Penedo, Március Beltrão (PDT).
 
Beltrão, se for confirmado no cargo, assume a presidência do Conisul pela segunda vez, já que foi o primeiro presidente e, nos acordos de bastidores, Pereira terá que devolver a cadeira que foi dele.
 
Portanto, Pauline Pereira estando no segundo mandato oderá ficar na AMA e no Executivo campo-alegrense sem se preocupar com reeleição. Já Hugo Wanderley terá que cuidar de renovar seu mandato em Cacimbinhas.
 
Enquanto isso… na AMA!
 
Por conta dessa ‘troca’ de cadeiras lá no Conisul, a prefeita de Campo Alegre terá o nome indicado (desse grupo) para ser candidata a presidente da AMA. Aliás, a família Pereira domina o financeiro da associação desde o início da gestão de Hugo Wanderley.
 
Por lá, leia-se na AMA, quem dá às cartas, paga os funcionários, demite e ‘toma conta’ do dinheiro que entra e sai da Associação dos Municípios é o irmão de Pauline e prefeito de Teotônio Vilela, Joãozinho Pereira (MDB), que indicou o cunhado e esposo da deputada estadual Jó Pereira, André Feitosa, para ficar na diretoria financeira.
 
Já diz o provérbio que “manda quem pode, obedece quem tem juízo!”
 
Quanto ao fato da eleição, todavia, fica mais amplas as chances de Pauline Pereira ser a nova-futura presidente. Os Pereiras, politicamente falando, tem uma grande ‘massa’ de aliados que devem ajudar na eleição da prefeita, inclusive, até com o apoio do Palácio República dos Palmares.
 
Através de Jó Pereira, Conisul, três Prefeituras da família (Junqueiro, Teotônio e Campo Alegre) e boa parte dos prefeitos garantindo o voto, fica mais próxima uma possível vitória de Pauline Pereira.
 
Será?
 
Por enquanto, é o que dizem os bastidores para eleição da AMA. É aguardar janeiro de 2019 chegar.
 
O Blog Kléverson Levy vai acompanhar!
 
Redes Sociais: Kleversonlevy  

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar