Alagoas

Série de reportagens da TV Pajuçara é indicada como melhor do NE no Prêmio MPT

Redação do TNH1 | 09/01/19 | 12h03

Reprodução / TV Pajuçara

As matérias da série “Casas de Farinha: o fim da tradição e o começo da escravidão”, divididas em três episódios, foram indicadas como finalistas do Prêmio Nacional do Ministério Público do Trabalho de Jornalismo, na categoria Telejornalismo. A indicação significa que as matérias foram escolhidas como as melhores do Nordeste na categoria.

As matérias foram exibidas no jornal Pajuçara Noite, da TV Pajuçara, em março de 2018. A série já foi premiada outras duas vezes. Ela ficou em terceiro lugar no Prêmio Braskem Saúde e Segurança do Trabalho, edição Alagoas, e foi a vencedora do Premio Nacional Anamatra de Direitos Humanos no Trabalho.

As matérias tiveram a produção e reportagem do jornalista Thiago Correia, edição de Esther Carvalho e Olga Sarmento. As imagens são do repórter cinematográfico José Pereira, com a edição de imagens de Eslane Reis e auxílio de Jeferson Ferreira e Joelson Araújo.

A primeira parte da série contou a história do Arranjo Produtivo Local e como Alagoas se tornou uma expressiva produtora da farinha de mandioca. Além disso, mostrou a primeira etapa do processo, equivalente ao descasque do alimento; assista:

Num segundo momento, a série destacou a atuação dos trabalhadores dentro das casas de farinha, a trituração e a prensa da mandioca, além das várias etapas que se dividem entre a fragmentação ao pó; confira:

No terceiro episódio, a reportagem relatou os problemas gerados a partir de todas as etapas. Estudos inéditos, feitos em Alagoas e em São Paulo, sobre a liberação do ácido cianídrico da mandioca, revelaram que a substância em quantidade elevada pode contribuir para doenças causadas aos trabalhadores das casas; veja a matéria:

 Fonte: TNH1

 

 

 

 

 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar