GeralSLIDE

Sobe para quatro o número de mortos no ônibus que caiu em ribanceira na RJ-220

Um bebê de oito meses está entre os feridos no acidente em Natividade. 11|01|2019 ÀS 11:57

Quatro pessoas morreram no acidente entre um ônibus intermunicipal e um carro — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Subiu para quatro o número de mortos no acidente do ônibus que caiu em uma ribanceira ao colidir contra um carro às margens da RJ-220, na altura de Natividade, no Noroeste Fluminense, neste domingo (10). Um bebê de oito meses está entre os feridos.

Ao todo, 31 pessoas ficaram feridas, segundo o major Frederico, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). Sete são menores de idade.

Alef Carvalho de Oliveira, 25 anos, é de Minas Gerais e está entre as vítimas do acidente — Foto: Reprodução/Facebook

Alef Carvalho de Oliveira, 25 anos, é de Minas Gerais e está entre as vítimas do acidente — Foto: Reprodução/Facebook

Duas pessoas mortas foram identificadas. Segundo o BPRv, as vítimas são Atair de Souza Rangel, 68 anos, natural de Divino, em Minas Gerais, e Alef Carvalho de Oliveira, 25 anos, natural de Tombos, também em Minas. As duas mulheres mortas não foram identificadas.

Cinco pessoas estavam no carro de passeio e 26 no coletivo da Auto Viação 1001, sendo o motorista e 25 passageiros. Chovia muito na hora do acidente.

Os feridos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para unidades de saúde de Natividade e Itaperuna. O G1 tenta informações sobre o estado de saúde deles.

A 1001 informou que o veículo fazia a linha Campos dos Goytacazes x Governador Valadares.

“A empresa está prestando atendimento às vítimas e familiares e está à disposição das autoridades para auxiliar nas investigações”, diz a nota enviada pela empresa.

As causas do acidente são investigadas na 140ª Delegacia de Polícia de Natividade.

Os feridos foram encaminhados para unidades de saúde de Natividade e Itaperuna — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Os feridos foram encaminhados para unidades de saúde de Natividade e Itaperuna — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Fonte: G1|RJ

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar