FETAG/ FETAR- ALAGOASSLIDE

Privatização do BNB afetará agricultura familiar de Alagoas, segundo Fetag/AL

Assessoria | 14|03|2019 às 17:46

Representando mais de 100 mil agricultores de Alagoas, a Fetag/AL se mobiliza para fortalecer o movimento contra a privatização do Banco do Nordeste Brasileiro (BNB). Nesta semana,  o secretário Robério Oliveira, esteve reunido o  gerente  de Pronaf do BNB, Carlos Henrique,  em Batalha, para avaliar os impactos da privatização.

“A privatização ou fusão do Banco do Nordeste será mais uma porta fecha e representa o início da derrocada do setor. O agricultor vai ficar desamparado em inúmeros serviços financeiros , julgados substanciais para rotatividade de produção”,  alerta o secretário Robério Oliveira, da pasta de  Políticas Agrícolas.

Segundo a Federação,  a mudança no Banco do Nordeste vai acarretar  falta de subsídios para fomento da atividade agrícola. No plano do governo, o banco federal também terão suas agências reduzidas por região.

“O BNB é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina, sendo a principal fonte de crédito  que possibilita agricultores familiares produzir alimentos e se manterem competitivos”. Teremos um prejuízo incalculável, uma escassez geral de recursos.  São milhares de famílias sem poder recorrer a esse braço financeiro”,  chamou atenção.

 A  Fetagf/AL informa que fará audiências públicas em todos as regiões  do estado para alertar a população sobre as perdas iniciais com a redução do número de agências e prestação de serviços federais.

Fonte: Fetag-Al.

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar