EsportesSLIDE

Grêmio Campeão

Por Alessandro Meireles | 18|02|2019 ÀS 19:22

Imagem Placar

O árbitro Jean Pierre Lima conseguiu piorar o que já era ruim. Na reta final do segundo tempo da decisão do Campeonato Gaúcho, marcou um pênalti a favor do Grêmio em lance que a câmera lenta sugere algo que na velocidade normal não é rigorosamente nada. 

Marcelo Lomba defendeu a cobrança de André, mantendo o Internacional vivo, ainda que com efeitos colaterais – o argentino D´Alessandro foi expulso (que novidade) no banco de reservas, assim como o técnico Odair Hellmann, que só deixou o gramado após ser escoltado pela Brigada Militar.

O VAR é ótimo, mas a incapacidade da arbitragem brasileira em usá-lo com inteligência e rapidez ainda dá força aos críticos da inovação. Após um duplo 0 a 0, a definição do título foi para as penalidades.

O Imortal foi mais competente, com o goleiro Paulo Victor pegando 3 das 5 cobranças, e, diante de sua torcida, conquistou sua 38ª taça estadual (o Inter tem 45). A última cobrança veio pelos pés de André, de vilão a herói em um clássico que teve de tudo um pouco, menos futebol, assim como na partida de domingo.

Ainda que sem brilho, o Grêmio comemora o triunfo no momento em que o rival entrega mais dentro de campo. Na essência do Gre-Nal, às vezes isso é só o que realmente importa

O que rolou na rodada

Chapecoense 1 x 0 Corinthians. Com muitos desfalques e a cabeça na final do Paulistão, o Timão agora precisará vencer por dois gols na próxima quarta-feira (24), em Itaquera, para chegar às oitavas da Copa do Brasil. Aylon marcou para os catarinenses. Em caso de vitória por um gol – não importa o placar, a decisão vai para os pênaltis.

Fluminense 2 x 0 Santa Cruz. Pela quarta fase da Copa do Brasil, duas boas novas para o Tricolor: a atuação segura que resultou na ótima vantagem – gols de Gilberto e Luciano – e o retorno do atacante Pedro, recuperado de lesão que o tirou dos gramados por oito meses. A partida de volta está marcada para quinta-feira (25), no Arruda, e o Flu pode perder por um gol de diferença.

Santos 2 x 0 Vasco. Rodrygo e Jean Mota, ambos no segundo tempo, fizeram os gols que deixaram o Peixe muito perto da vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Santos encurralou o Cruz-Maltino em seu campo, com marcação na saída de bola, e o Vasco conseguiu aguentar a pressão apenas na primeira etapa. No jogo de volta, o Alvinegro pode perder por um gol. Vitória vascaína por dois de diferença, seja qual for o placar, leva a decisão para os pênaltis.

Fonte: Placar

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar