MunicípiosSLIDE

Geólogo sobre Pinheiro: “Este foi o trabalho mais importante que já fizemos”

Laudo apontou que problemas no solo é reflexo da extração do sal-gema | Por Patrícia Mendonça | 08|05|2019 ÀS 15:24

Apresentação do laudo da CPRM aconteceu em audiência pública e foi reproduzido ao vivo no Facebook | FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK.O Serviço Geológico do Brasil, durante a divulgação do laudo sobre o solo dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, na manhã desta quarta-feira (8), informou que esta investigação realizada na capital alagoana foi a mais importante feita pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) em todo o país. 

“Agradeço muito pela confiança em nome de toda a equipe da CPRM. Este trabalho foi muito duro e, certamente, o mais importante que nós já fizemos em nossas vidas ao longo dos últimos anos”, disse o assessor de Hidrologia e Gestão Territorial da CPRM, Thales Queiroz Sampaio. 

Agora, após a conclusão da investigação e apresentação do laudo, a CPRM vai continuar atuando no caso apenas como assessoria da Defesa Civil municipal, estadual e  e federal. O Serviço Geológico disse que, em breve, lançará um novo mapa integrado com detalhes sobre às áreas de risco. Por meio deste levantamento, as informações irão apontar os índices de risco de todos os bairros atingidos. 

Durante a leitura do laudo, Thales Queiroz disse, ainda, que o agravamento da situação daqueles bairros deve-se a falta de saneamento básico e de uma rede de drenagem. 

“A instabilidade do terreno é agravada pelos efeitos erosivos provocados pelo aumento da infiltração da água da chuva em função do aumento significativo da permeabilidade. Os quebramentos que vocês observam nas casas é acelerado pela existência de pequenas bacias que acumulam água. Ou seja, a falta de uma rede de drenagem efetiva e de saneamento é o que piora aquela situação. Esta é a conclusão do Serviço Geológico do Brasil”, disse.

Fonte: Gazeta Web

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar