Alagoas

Vídeo: mãe pede ajuda para custear tratamento de filho espancado por torcedores

João Victor Souza | 13/05/19 | 19h14

Reprodução/TV Pajuçara

A mãe de Wanderson Felipe dos Santos de Oliveira, 21 anos, fez um apelo emocionado para poder custear o tratamento do jovem. Ele foi espancado por um grupo de supostos torcedores do CSA no último dia 14, após ter sido perseguido por estar com a camisa do CRB em um trecho da Avenida Durval de Góes Monteiro, em Maceió.

Dona Maria de Fátima explicou à reportagem da TV Pajuçara que o filho ficou internado até o início deste mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral do Estado (HGE), e depois foi transferido para a enfermaria do local.

De acordo com ela, Wanderson deve receber alta médica nos próximos dias e a família não tem condições financeiras para pagar o tratamento dele. Maria de Fátima afirmou ainda que, segundo os médicos, o caso de Wanderson agora é neurológico, devido a sequelas do espancamento.

“O tratamento tem que ser em casa, com acompanhamento de fisioterapeuta, fonoaudiólogo, neurologistas… Ele precisa de uma cama hospitalar também. Ele não se move, não fala, o corpo dele não tem coordenação motora nenhuma. Ele não reconhece e não faz nada, praticamente vegetando”, disse ela.

A mãe também declarou que o filho trabalhava em uma loja de um shopping e ajudava na renda da família com o salário que recebia do estabelecimento. “Quem puder me ajudar, me ajude, pelo amor de Deus. Meu filho não fez nada para passar por isso”, lamentou.  

“Estou de mãos atadas. Como vou levar meu filho para casa sem ter suporte nenhum? Ele ajudava bastante dentro de casa. Eu parei de trabalhar para tomar conta dele. Tudo desmoronou. Só ficou a renda do meu marido”, lamentou. “A alimentação dele é caríssima, pois ele vai ter que se alimentar por sonda”, acrescentou a mulher.

Quem quiser ajudar a família com doações, seja quantia em dinheiro, medicamentos, alimentos, ou outros meios, pode entrar em contato pelo número (82) 98860-1419.

O HGE emitiu uma nota no fim da tarde desta segunda-feira e destacou que ainda não há previsão de alta médica. Ainda segundo o comunicado, o paciente chegou à unidade em estado de saúde considerado muito grave e segue aos cuidados da clínica médica, neurologia e fonoaudiologia da unidade de saúde.

Leia a nota na íntegra:

O Hospital Geral do Estado (HGE) informa que o usuário Wanderson Felipe dos Santos de Oliveira, de 21 anos, está internado na Área Verde sem previsão de alta médica. Ele segue aos cuidados da clínica médica, neurologia e fonoaudiologia; mesmo apresentando melhoras de saúde, não há previsão de alta médica. Vale recordar que o paciente chegou à unidade muito grave, ficando 20 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em decorrência do grau de espancamento sofrido.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar