Esportes

Chamusca analisa atuação do CRB, critica calendário brasileiro e explica erros

Treinador regatiano associou queda de rendimento na partida diante do Cancão de Fogo a maratona de jogos e de viagens nos últimos dez dias | Por Jean Nascimento | Portal Gazetaweb.com | 14/05/2019 | 23h31

Treinador do CRB, Marcelo Chamusca, fez duras críticas ao atual formato da Copa do Nordeste e ao calendário brasileiro

FOTO: AILTON CRUZ

O técnico Marcelo Chamusca concedeu entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre a Juazeirense, nesta terça-feira (14), no Estádio Rei Pelé. A partida garantiu o Galo na fase de grupos da Copa do Nordeste 2020. Ao falar sobre a noite, Chamusca frisou a queda de desempenho do time e associou a sequência de jogos.

O treinador regatiano analisou a partida, a dificuldade do adversário, justificou a queda de rendimento do time devido ao calendário apertado nos últimos dez dias, falou sobre os erros cometidos pelo CRB nas últimas partidas e criticou a Pré-Copa do Nordeste 2020.

“Fizemos um primeiro tempo bom, uma atuação de imposição que nós precisávamos, devido ao adversário, e a atmosfera da partida. E a queda de performance no segundo tempo, foi por um aspecto simples e claro, que foi a sequência de jogos que enfrentamos em dez dias”, comentou o comandante alvirrubro.

O treinador se referiu as viagens e jogos contra Paraná, em Curitiba, a própria Juazeirense, em Juazeiro-BA, Brasil de Pelotas, na cidade de Pelotas e a partida de volta contra o Cancão de fogo em Maceió, onde teve início no dia 4 e encerrou nesta terça-feira.

Ele criticou ainda o calendário do futebol brasileiro. “Eu acho que quem faz o calendário não tem a miníma noção do quanto expõe os jogadores, o treinador e a comissão técnica. Os atletas acabaram o jogo em um estado físico muito difícil”, disse o técnico.

Marcelo Chamusca também explicou os erros cometidos pelos jogadores do Galo nos últimos jogos. “O erro faz parte do futebol, nós treinamos para que os erros não aconteçam mas todos os jogadores erram. Sejam eles no Liverpool, Barcelona, Real Madrid, Tottenham e no CRB não é diferente. Os erros de hoje podemos colocar devido ao desgaste, o cansaço e a fadiga”, disse o técnico alvirrubro.

O treinador também fez duras críticas ao atual formato do Nordestão, com o modelo de eliminatórias. “É uma coisa surreal, para que existe seletiva de Copa do Nordeste no meio de uma competição que nem acabou? Quer dizer que se o CRB tivesse na final contra o Botafogo teria que estar aqui disputando uma seletiva com o Juazeirense? Isso é uma coisa surreal que beira a imbecilidade”, questionou o comandante técnico do Galo da Praia.

“Criaram um ranking, por que o CRB tem que estar em Pré-Copa da Nordeste ao invés de estar rankiado como as outras equipes? Aí temos que estar indo para Juazeiro e vindo aqui fazer jogo em uma terça-feira, enquanto podíamos estar nos preparando para o jogo da Série B. O CRB é time grande, que tem torcida e não pode estar fora do ranking”, exclamou Marcelo Chamusca, técnico do CRB.

Fonte: Gazeta web

 

 

 

 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar