Esportes

Atletas consagrados e promessas do judô brasileiro estarão no Pan 2019

Lista de convocação traz campeões mundiais, medalhistas olímpicos e atletas que, com pouco mais de 20 anos, estão se destacando no cenário profissional | PAN LIMA | 2019 | Gabriel Croquer | do R7* | 11/06/2019 | 16h05

Mayra Aguiar, bronze nas Olimpíadas de 2016, estará nos Jogos Pan-Americanos

Brazil Foto Press- Folha Press  

 
 

O Brasil é um dos favoritos nas competições de judô nos Jogos Pan-Americanos de 2019. A delegação, convocada em 27 de maio, combina estrelas consagradas do esporte com atletas promissores.

Os lutadores estão entre os melhores nos rankings mundiais e pódios das Olímpiadas e Mundiais. No Campeonato Pan-Americano de Lima, espécie de evento-teste dos, o Brasil mostrou sua dominância continental. No torneio, os atletas conquistaram três medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze para os brasileiros. 

Desde de Guadalajara 2011, o judô brasileiro está no topo do ranking nos quadros de medalha do Pan-Americano. Mesmo nesta edição, com a presença de muitos novatos e atletas que não estiveram em Toronto 2015, a expectativa é que a tradição brasileira garanta muitas medalhas.

Campeões mundiais e medalhistas olímpicos

O time brasileiro para este Pan é muito diferente daquele que garantiru treze medalhas ao Brasil em Toronto. Dez atletas estarão competindo no torneio continental pela primeira vez na carreira. Entre as mulheres, somente três das atletas estiveram em 2015. Na seleção masculina, nenhum dos convocados esteve na última edição dos Jogos Pan-Americanos de 2019.

Porém, o selecionado brasileiro traz à competição muitos atletas consagrados no circuito internacional, que já medalharam em Olimpíadas, Mundiais e em edições passadas do Pan-Americano. 

Entre eles, se destacam Mayra Aguiar, Rafaela Silva e o peso-pesado Rafael Silva “Baby”. Mayra é bicampeã mundial, medalhista de bronze em duas edições da Olimpíada e busca sua quarta medalha consecutiva nos Jogos Pan-Americanos.

Rafaela Silva, como Mayra e Rafael “Baby”, também busca sua primeira medalha de ouro no Pan 2019. Ela foi a primeira brasileira a se tornar campeã mundial e conseguir a medalha de ouro nas Olímpiadas (Rio 2016). O peso-pesado “Baby” já foi duas vezes medalhista olímpico, e prata no Pan de Guadalajara. 

Promessas do feminino chamam a atenção

O Campeonato Pan-Americano mostrou que novos estrelas podem estar prestes a surgir no judô brasileiro. No caminho para o título, Larissa Pimenta bateu a veterana Sarah Menezes, medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012.

Larissa, que tem somente 20 anos de idade, também conseguiu o terceiro lugar no GP da Turquia em abril deste ano. Junto a ela, Ellen Santana e Beatriz Sousa também despontam como candidatas ao título. 

As duas, que possuem pouco mais de 20 anos de idade, também vem se destacando nas grandes competições na categoria sênior do judô (acima dos 20 anos). Ellen foi bronze no Grand Slam de Dusseldorf, sendo derrotada somente pela medalhista olímpica Sally Conway. Beatriz foi campeã do Campeonato Pan-Americano em sua categoria.

Confira o time completo convocado para o Pan 2019: 

Masculino

Renan Torres (60kg)
Daniel Cargnin (66kg)
Jeferson Santos Jr (73kg)
Eduardo Yudy Santos (81kg)
Rafael Macedo (90kg)
Leonardo Gonçalves (100kg)
Rafael Silva “Baby” (+100kg)

Feminino

Nathália Brígida (48kg); 
Larissa Pimenta (52kg)
Rafaela Silva (57kg)
Aléxia Castilhos (63kg)
Ellen Santana (70kg)
Mayra Aguiar (78kg)
Beatriz Souza (+78kg)  

Fonte: R7

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar