AlagoasSLIDE

Ônibus não circulam em Maceió na próxima sexta em adesão a greve geral

Erik Maia | 11/06/19 | 11h22

Foto: TNH1

O Sindicato dos Rodoviários de Alagoas (Sinttro/AL) decidiu, em plenário com sindicatos e centrais sindicais na noite de ontem (10), aderir à paralisação nacional e devem parar as atividades por 24 horas na próxima sexta-feira (14).

De acordo com a assessoria de comunicação do Sinttro, nenhum dos 650 ônibus urbanos e intermunicipais, que fazem as linhas entre Rio Largo e Maceió, deverão sair da garagem nesse dia. Eles só voltam a circular no próximo sábado.

A categoria conta com 4.500 trabalhadores e pretende se reunir, a partir das 14 horas, na Praça do Centenário, onde participam de um ato contra a reforma da Previdência.

Por meio de nota encaminhada a imprensa, a assessoria do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros (Sinturb), afirma que tentou negociar com a categoria para evitar a paralisação, que “impacta diretamente no pagamento de custos como folha salarial, combustível e manutenções dos ônibus” e lamentou a adesão dos rodoviários ao protesto. 

“As empresas lamentam a adesão dos rodoviários por saber do quanto o serviço é essencial para a vida dos maceioenses e o quanto milhares de pessoas ficarão prejudicadas em os ônibus nas ruas no dia 14 de junho”, diz a nota.

Protesto

De acordo com a presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Rilda Alves, diversas centrais sindicais participarão do ato, que deverá aconteceu também em cidades do interior de Alagoas.

“Centrais Sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Força Sindical; movimentos sociais de luta pela terra e de moradia; movimentos de juventude e estudantis; bancários; Rodoviários; Detran; Educação; Saúde; Sindipol. Também haverá atos no interior do estado, nas cidades de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema e Palmeira dos Índios”, pontuou.

Alves garante que a paralização ocorrerá em todas as esferas federativas, municipais, estaduais e federais, e que o dia será marcados pelas paralizações e pelo ato em comum, um protesto com concentração na Praça do Centenário, no Farol, a partir das 15 horas, seguido de uma caminhada em direção à Praça Deodoro, no Centro de Maceió.

Bancos

O TNH1 conversou com o presidente do Sindicato dos Bancários de Alagoas, Márcio dos Anjos. Ele confirmou que a categoria aderiu ao ato e que as agências deverão estar fechadas na sexta-feira. Ainda assim, o presidente não confirmou se a agência deverá ficar fechada durante todo o dia. “Prefiro não dizer. Deliberamos ontem pela adesão da categoria ao ato e pelo fechamento das agências. No dia avaliaremos se pelo dia inteiro ou se por algum período do dia”, concluiu.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar