Home Alagoas Demissões no campo ultrapassam os 60%

Demissões no campo ultrapassam os 60%

Por Alagoas Brasil Noticias
cortadores_cana
A entressafra da cana teve início em Alagoas e com ela a demissão de centenas de trabalhadores do campo. Diante de um quadro de dificuldades econômicas, agravado pela escassez de chuvas e de crédito no mercado, a taxa de desemprego no setor ultrapassou os 60%.
De acordo com o secretário de Assalariados da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag-AL), Cícero Domingos, unidades industriais que tinham dois mil trabalhadores no campo contam, atualmente, com menos de 10% do quadro funcional.
CICERO
“Diante da crise, as usinas demitiram, deram férias coletivas e colocaram os trabalhadores no seguro FAT. Hoje, no campo, são poucos os empregados que ainda estão exercendo a atividade.
Há casos, onde as demissões foram superiores a 70%”, declarou Domingos, lembrando que Alagoas conta com um efetivo médio de 55 mil trabalhadores rurais.
Segundo o dirigente sindical, as usinas alegam falta de recursos para manter um número maior de postos de trabalho na entressafra. “Não têm dinheiro para pagar a folha. Houve caso de rescisões de R$ 800 que chegaram a ser dividas em até quatro parcelas. A situação é complicada”, afirmou.
CANA
Domingos informou ainda que, para tentar voltar a normalidade, as usinas estão depositando as esperanças na obtenção do empréstimo internacional junto a um banco suíço. “Se este financiamento não sair, algumas empresas terão dificuldades de iniciar o novo ciclo”, reforçou.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário