Home NotíciasEsportes Colômbia derrota o Paraguai e garante vaga nas quartas da Copa América

Colômbia derrota o Paraguai e garante vaga nas quartas da Copa América

Por Alagoas Brasil Noticias

Com a vitoria, Colombia avança na Copa America.

COLOMBIA 

A Colômbia é a primeira equipe garantida nas quartas de final da Copa América Centenário deste ano. A classificação com uma rodada de antecipação foi garantida nesta terça-feira, com a vitória por 2 a 1 sobre o Paraguai no estádio Rose Bowl, em Pasadena, graças a uma atuação de gala de James Rodríguez no primeiro tempo.

O meia do Real Madrid deixou qualquer crítica a seu desempenho recente no clube espanhol para trás e tem conduzido a Colômbia nesta Copa América. Nesta terça, marcou seu segundo gol no torneio e foi responsável pela criação de quase todas as chances do país no primeiro tempo. Na etapa final, com a vantagem colombiana, ele e a seleção caíram de rendimento.

Mas isso não impediu que a Colômbia chegasse aos seis pontos, na ponta do Grupo A e com a classificação garantida. Se empatar com a Costa Rica na última rodada, sábado, às 22 horas (de Brasília) em Houston, garantirá a liderança da chave. Já o Paraguai precisa vencer os Estados Unidos também no sábado, na Filadélfia.

O JOGO

O show de James Rodríguez no primeiro tempo começou cedo e ele quase marcou aos oito minutos, quando aproveitou sobra e bateu de fora da área rente ao travessão. Aos 11, o meia do Real Madrid cobrou escanteio pela direita na cabeça de Bacca, que ganhou do zagueiro e cabeceou no canto direito de Villar para abrir o placar.

O gol não diminuiu o ímpeto da Colômbia e, principalmente, de James, que seguia dono do meio de campo. Aos 16, ele recebeu de Díaz pela esquerda e encheu o pé, mas parou em Villar. Aos 29, não teve jeito. Bacca fez ótima jogada pela direita, cortou a marcação e tocou para Cardona. Na marca do pênalti, o meia foi travado na hora da finalização, mas a sobra ficou para James Rodríguez, que dominou e bateu cruzado.

Só então a Colômbia finalmente diminuiu o ritmo e o Paraguai conseguiu chegar ao ataque. Ainda sem grande inspiração, é verdade, mas a equipe já ocupava o campo ofensivo, ao menos. Aos 33, Romero cobrou falta pela direita e Paulo da Silva desviou para o gol, mas o trio de arbitragem brasileiro assinalou impedimento corretamente.

As melhores oportunidades do Paraguai aconteceriam nos últimos minutos do primeiro tempo. Aos 43, Romero cobrou outra falta pela direita, a bola passou por todo mundo e Ospina precisou mostrar reflexo. Novamente de bola parada, aos 49, Lezcano encheu o pé da meia-lua, o goleiro colombiano fez grande defesa e a bola ainda tocou no travessão.

No início do segundo tempo, Heber Roberto Lopes e seu trio se complicaram. Após cobrança de falta para a área, o árbitro brasileiro viu pênalti sobre Valdez e marcou. Mas voltou atrás depois que o auxiliar assinalou impedimento de Gustavo Gómez, que tocou posteriormente na bola.

Diante do crescimento do adversário, a Colômbia se fechou demais e o Paraguai passou a dominar, mas, sem grande qualidade técnica assustava somente em lances de bola parada. Aos 16, Ayala aproveitou escanteio da direita e cabeceou da marca do pênalti no ângulo direito. Ospina voou e deu um tapa na bola para fazer uma defesa incrível.

Aos trancos e barrancos, o Paraguai castigou a Colômbia por sua postura no segundo tempo. Se não conseguia entrar na área adversária, o jeito foi tentar de longe. Aos 25 minutos, Ayala tentou, e de muito longe. Mas o chute foi forte, no ângulo direito de Ospina, que desta vez só olhou a bola entrar.

O Paraguai, então, se lançou ao ataque, mas antes que pudesse tentar o empate, sofreu um duro golpe com a perda de Romero, expulso por matar um contra-ataque colombiano. O vermelho acabou com qualquer chance de reação, e aí foi a vez da Colômbia de tentar matar o jogo com Cardona, que acertou a trave. O time paraguaio ainda teve uma última boa oportunidade aos 42, quando Sanabria bateu dentro da área, mas Murillo salvou quase em cima da linha.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário