Home Mundo Quatro mulheres são degoladas em ataque do Boko Haram na Nigéria

Quatro mulheres são degoladas em ataque do Boko Haram na Nigéria

Por Alagoas Brasil Noticias

Crime aconteceu em cidade no nordeste do país.
Violência do grupo já deixou mais de 20 mil mortos.

araN

Na sexta-feira (10) à noite, pelo menos 15 homens chegaram de moto a Mairari, uma cidade isolada a cerca de 80 km de Maiduguri, capital do estado de Borno. Eles forçaram essas quatro mulheres, com idades entre 27 e 45 anos, a sair de suas casas, degolando-as em seguida, de acordo com relatos dos milicianos.

“Eles foram a quatro casas. Enquanto os moradores quebravam o jejum [do Ramadã] por volta das 19h (17h, horário de Brasília), eles tiraram as quatro mulheres de casa e cortaram suas gargantas”, disse à AFP o miliciano Babakura Kolo.

(FILES)-- A file of a screengrab taken on October 2, 2014 from a video released by the Nigerian Islamist extremist group Boko Haram and obtained by AFP shows the leader of the Nigerian Islamist extremist group Boko Haram, Abubakar Shekau. Boko Haram leader Abubakar Shekau has threatened Cameroon in a message on the video-sharing site YouTube, warning that the same fate would befall the country as neighbouring Nigeria. The video, which was posted on January 5, 2015, is directly addressed to Cameroon's President Paul Biya after repeated fighting between militants and troops in the country's far north. "Oh Paul Biya, if you don't stop this, your evil plot, you will taste what has befallen Nigeria... Your troops cannot do anything to us," Shekau said in Arabic. AFP PHOTO / BOKO HARAM = RESTRICTED TO EDITORIAL USE - MANDATORY CREDIT "AFP PHOTO / BOKO HARAM" - NO MARKETING NO ADVERTISING CAMPAIGNS - DISTRIBUTED AS A SERVICE TO CLIENTS =

De acordo com ele e com o também miliciano Musa Ari, os invasores foram atrás dessas vítimas, deliberadamente – seja porque seus maridos se recusaram a entrar para as fileiras do Boko Haram, seja porque o grupo suspeitava de que esses homens estariam transmitindo informações ao governo.

Desde o lançamento de sua “rebelião armada” em 2009, o Boko Haram sequestrou milhares de pessoas, incluindo mulheres e crianças, para serem combatentes, escravas sexuais, ou bombas humanas.

A violência do Boko Haram já deixou mais de 20.000 mortos e cerca de 2,6 milhões de refugiados.

MULHERE

Na última quinta-feira (9), os Exércitos dos quatro países afetados pelo Boko Haram – Nigéria, Chade, Níger e Camarões – anunciaram o lançamento iminente de uma ampla ofensiva contra esses rebeldes islamitas, depois de um sangrento ataque no sul do Níger.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário