Home NotíciasEsportes Jacó reencontra Zico para jogo beneficente em Maceió

Jacó reencontra Zico para jogo beneficente em Maceió

Por Alagoas Brasil Noticias

Ex-jogador e ídolo azulino esteve no Rio de Janeiro, onde convidou o Galinho para participar de evento festivo no Estádio Rei Pelé

CSA

O folclórico Jacozinho, que fez história com a camisa do CSA na década de 80, voltou a se encontrar com outro ex-jogador que também marcou época, só que com o uniforme rubro-negro do Flamengo. É que Jacó foi até o Rio de Janeiro para – no Centro de Futebol Zico (CFZ), clube-empresa fundado pelo Galinho – convidá-lo a participar de um jogo beneficente no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O amistoso, porém, ainda não tem data para ocorrer – segundo Mateus Vasconcelos, filho do ex-jogador, a partida deverá ser realizada no final do próximo mês de agosto.

No encontro, Jacó gravou um vídeo, já divulgado em rede social,  em que Zico agradece o convite, garantindo sua presença no evento festivo. “O Jacó está trabalhando para a gente realizar um jogo beneficente em Maceió. Estou à disposição para a hora em que ele conseguir acertar as coisas, para que tudo possa ser bem feito em termos de um grande evento”, diz Zico, que também posou para foto, ao lado de Jacozinho, com uma camisa do CSA.

Imagem de Amostra do You Tube

Jacozinho tem reencontro com Zico

Ídolos podem se enfrentar novamente, desta vez em amistoso no Rei Pelé

Zico cumprimenta Jacó, em foto da década de 80: novo encontro deve ocorrer em Alagoas

FOTO: ARQUIVO PESSOAL/JACOZINHO

Jacó, por sua vez, recorreu à irreverência que também o marcou como jogador para afirmar que vai “deitar e rolar” no Trapichão. “Alô, nação azulina. Aqui estou com meu amigo Zico. Juntos, vamos colocar o CSA na Série C e fazer este grande evento”, afirma o sergipano de 60 anos de idade que ganhou fama quando convidado a participar de amistoso internacional que marcou o retorno de Zico ao Flamengo, em 1985.

À época, o jornalista alagoano Eduardo Canuto defendeu a participação do então jogador azulino no time dos Amigos de Zico, que enfrentou o Flamengo no Maracanã. Mesmo sem ter sido convidado oficialmente, o atacante acabou ganhando uma vaga no banco de reservas. A pedido da torcida, substituiu Paulo Roberto Falcão e se consagrou ao receber um lançamento de Maradona, driblar o goleiro Cantarelli e marcar o único gol da equipe de Telê Santana. 

Os Amigos do Zico perderam por 3×1, e Jacó, apesar do apelo popular, não foi convocado para a Seleção, que era comandada pelo técnico Evaristo de Macedo. Porém, o golaço foi o bastante para o ex-jogador ser recebido com grande festa em seu retorno à capital alagoana, com direito a passeio em carro aberto até o Estádio Gustavo Paiva, no Mutange, após o desembarque no Aeroporto Zumbi dos Palmares, onde a torcida azulina o aguardava – o ponteiro havia sido vendido ao Santa Cruz, mas o clube pernambucano o liberou por empréstimo, já em 1987.

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário