Home Mundo Portugal bate Croácia com gol na prorrogação e está nas quartas

Portugal bate Croácia com gol na prorrogação e está nas quartas

Por Alagoas Brasil Noticias

Cristiano Ronaldo perde chance, mas Quaresma aproveita rebote para classificar os Lusos

PORTUGAL

Em um jogo morno, que salvou toda a emoção para os minutos finais da prorrogação, Portugal conseguiu de maneira dramática a vaga nas quartas de final da Eurocopa após vencer a Croácia por 1 a 0, com gol de Quaresma a quatro minutos das penalidades máximas.

O confronto tinha tudo para ser eletrizante. Entretanto, o que se viu foi uma partida parada, um futebol truncado e atuações decepcionantes. No tempo normal, nenhuma das equipes conseguiu finalizar no gol. A estatística parecia se manter na prorrogação, mas os cinco minutos finais deixaram o coração de portugueses e croatas na boca, e definiram a permanência lusa no torneio.

Os astros do Real Madrid deixaram a desejar para o torcedor que tinha grandes expectativas para o confronto. Do lado da Croácia, o meia Modric apareceu pouco, apenas com cortes ou passes pontuais no meio de campo. O português Cristiano Ronaldo, sempre na artilharia dos torneios que disputa, também decepcionou com uma atuação sem brilho. Restou a Quaresma marcar para sua seleção e garantir o avanço para as quartas de final, que jogará contra a Polônia.

O jogo

A bola começou a rolar em posse da Croácia. Modric tentou o primeiro passe pela esquerda, com Perisic, mas acabou forçando demais e mandando pela linha lateral.

Aos cinco minutos, Rakitic avançou em velocidade pelo meio e lançou para o atacante Mandzukic, mas Rui Patrício ficou com a bola após desvio de Pepe.

Aos 18, os portugueses chegaram pressionando no ataque, com troca de passes entre Cristiano Ronaldo, André Gomes e Raphael Guerreiro. O lateral cruzou para a área, mas o zagueiro Corluka afastou o perigo.

Aos 24 minutos, boa chance para Portugal. Após a cobrança de falta de Guerreiro, Pepe subiu sozinho para cabecear, mas mandou por cima da meta. Nos minutos finais, os portugueses agiram com mais agressividade e fizeram muitas faltas nos adversários.

A Croácia dominou o primeiro tempo em termos de posse de bola: 62% para os croatas, contra 38% para os portugueses. Entretanto, apesar dos números, não criaram boas oportunidades de gol. O jogo foi pouco movimentado na primeira etapa, marcado por muitos erros – tanto nos passes como nas finalizações – e pouca criatividade.

Portugueses comemoram a classificação após vitória dramática por 1 a 0 contra a Croácia (Foto: Philippe Huguen / AFP)

Aos 16 minutos do segundo tempo, Srna cobrou falta pela direita e Vida subiu para cabecear. O zagueiro pegou bem e quase conseguiu abrir o placar para a Croácia, mas a bola passou por fora do gol, com muito perigo. Esta foi a melhor chance dos croatas em toda a partida.

Aos 21, Cristiano Ronaldo recebeu, na grande área, bom lançamento de William Carvalho. O astro conseguiu dominar de peito, mas Vida desarmou o jogador e, assim, afastou a bola em uma das poucas vezes em que Portugal chegou perto da meta.

No último lance do tempo normal, o torcedor croata fez muito barulho para o escanteio. Rakitic cobrou na primeira trave e Cristiano Ronaldo fez o corte.

O primeiro tempo da prorrogação seguiu da mesma forma: pouca criatividade e muita dificuldade de ambas as seleções em organizar passes e construir jogadas. A melhor oportunidade de marcar foi de Kalinic, aos seis minutos. O atacante recebeu na frente, contou falha de Fonte na marcação e, na hora de finalizar, chutou mal, completamente sem direção.

Ao que parece, todas as emoções ficaram reservadas para o segundo tempo da prorrogação. Aos dez minutos, Perisic se infiltrou pela esquerda e conseguiu cruzamento para a área, mas não encontrou ninguém para finalizar, configurando um desperdício doído para a Croácia. No lance seguinte, mais pressão croata com o cabeceio de Perisic, salvo pelo goleiro Rui Patrício.

No entanto, no minuto seguinte, Renato Sanches disparou pelo meio no contra-ataque. Ele abriu com Nani à direita, que encontrou Cristiano Ronaldo na área. O ídolo bateu cruzado, e o goleiro Subasic se desdobrou para fazer excelente defesa. O rebote, entretanto, sobrou para Quaresma que, livre, marcou para Portugal e definiu a partida.

FICHA TÉCNICA

CROÁCIA 0 x 1 PORTUGAL

Local: Estádio Bollaert-Delelis, em Lens (França)

Data: 25 de junho de 2016, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)

Assistentes: Roberto Alonso (Espanha) e Juan Yuste (Espanha)

Gol: Quaresma aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação

CROÁCIA: Subasic; Srna, Corluka (Kramaric), Vida e Strinic; Brozovic, Modric, Rakitic (Pjaca), Badelj e Perisic; Mandzukic (Kalinic)

Técnico: Ante Cacic

PORTUGAL: Rui Patricio; Cédric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro; João Mario (Quaresma), Adrien Silva (Danilo Pereira), William Carvalho e André Gomes (Renato Sanches); Nani e Cristiano Ronaldo

Técnico: Fernando Santos.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário