Anadia/AL

9 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 9 de dezembro de 2021

FPM: presidente da AMA se diz decepcionado com valor liberado por Temer

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 13 de julho de 2016

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
prefeito

prefeito

A liberação de 2,7 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), anunciada nesta quarta-feira (13), pelo presidente em exercício Michel Temer, durante a Confederação Nacional de Municípios (CNM), foi taxada como frustrante e decepcionante pelo presidente da Associação dos Municípios Alagoanos, Marcelo Beltrão.

Segundo ele, liberação dos recursos foi menor do que havia sido prometida e compromete a administração financeira das gestões municipais.

 “Não foi nos dada nenhuma posição sobre o anúncio do ministro Eliseu Padilha da semana passada”, afirmou Beltrão, ao lembrar da reunião dos prefeitos com o ministro que confirmou crédito de 1% do FPM.

Em 2015, deveriam ter sido repassados 0,50 ponto percentual a mais, mas as prefeituras receberam apenas 0,25 ponto adicional. Este ano, o valor a mais deveria chegar a 1 ponto percentual a mais, mas os R$ 2,7 bilhões representam 0,75 ponto adicional. Em 2014, o Congresso aprovou o aumento de um ponto percentual das transferências da União para o FPM.

“Não dá para ficar dando golpe nos municípios, como foi dado no ano passado. Eu espero que o presidente Michel Temer e sua equipe econômica revejam essa situação”, disse o presidente em exercício da CNM, Glademir Aroldi.

O valor correto, segundo ele, seria de R$ 3,4 bilhões. “Vai acabar perdendo o crédito com os prefeitos que ainda não construiu”, acrescentou. Segundo Aroldi, 70% dos municípios “não vão fechar as contas” este ano.

O presidente interino disse aos prefeitos que o Brasil passa por uma “situação econômica delicadíssima”, mas ainda assim decidiu liberar os recursos. “A situação econômica do país talvez não permitisse o que estamos liberando hoje, mas a nossa convicção doutrinária e ideológica nos leva a fazer essa liberação”, afirmou Temer.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter