Anadia/AL

28 de novembro de 2021

Anadia/AL, 28 de novembro de 2021

Arte de reciclar gera renda e ajuda na sustentabilidade ambiental de Arapiraca

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 10 de agosto de 2016

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
ASDF

Desenvolver aptidões para arte em mulheres de baixa renda, afastar crianças das drogas e da criminalidade e conscientizá-las sobre a preservação do meio ambiente reaproveitando lixo. Este era o sonho de Lucineide Bispo, sonho que se realizou e transformou-se no Projeto Reciclarte, Espaço de realidade. Realidade que há três anos transforma a vida de centenas de mulheres e crianças. O projeto que já realizou trabalhos com moradoras do Jardim das Paineiras, Brisa do Lago, Lixão e até no Bosque Ceci Cunha, hoje atua na rua Olavo Bilac, no Centro, atendendo cerca de 600 crianças e 800 mulheres mensalmente.

“Muitas mulheres me procuravam porque não sabiam ler e não conseguiam encontrar emprego, com a parceria de escolas da rede pública e empresas da rede privada pudemos arrecadar o ASDFmaterial necessário para criar muitas peças.” Explicou Lucineide que ensina o ofício de artesã utilizando lixo que se transforma em peças de utilidade doméstica e decoração. “Muitos Objetos como filtros de ar de caminhão, couro, napa, tampa de garrafas, pastas velhas e cd velhos seriam descartados no meio ambiente e demorariam anos para se deteriorar, com este projeto geramos renda e preservamos o meio ambiente.”

Para Lucineide, o projeto é uma realização pessoal e profissional que já lhe rendeu prêmios de Mulher de Negócios pelo Sebrae e Mulher Notoriedade da Cidade de Arapiraca. “Transformar garrafas usadas em luminárias, pallets de madeira em sofás, pastas velhas em prateleiras, é mais que arte, é transformação, é sustentabilidade.” Entusiasmou-se Lucineide que hoje conta com a parceria de empresas privadas como as Indústrias reunidas Coringa. “O Grupo Coringa foi a primeira empresa que acreditou na gente. Desde o começo tive todo apoio e incentivo. Foi crucial para que o projeto fosse tomando corpo e chegasse até aqui.” Finalizou.

Além do setor privado, quarenta escolas públicas doam material para ser utilizado no projeto. “Recebemos o material das escolas e em troca capacitamos e conscientizamos os alunos na arte da reciclagem.” Concluiu Lucineide que não conta com ajuda financeira do setor público. “Todos aqui são voluntários. Despesas com água, energia, aluguel, tudo é conquistado com muito esforço. Vendemos nossas peças em exposições para manter o projeto.” Finalizou a idealizadora que apela para todos que quiserem contribuir.

As empresas que desejarem colaborar financeiramente, doar materiais descartáveis e conhecer o projeto de perto podem entrar em contato, pelos telefones 99926-4749/981615431 ou através do email tvrecicla@gmail.com. As atividades acontecem todas sextas, sábados e domingos com as crianças a partir das 14 hrs e para mulheres, a capacitação acontece todas as quartas e sextas feiras a partir das 14 hrs.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter