Anadia/AL

28 de julho de 2021

Anadia/AL, 28 de julho de 2021

Polícia apresenta presos envolvidos em assaltos a bancos no estado

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 15 de agosto de 2016

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
BANDIDOS

Um deles foi preso após almoçar em restaurante japonês no bairro da Jatiúca, em Maceió

BANDIDOS

Carlos Vieira de Melo e José Alan Firmino. foto

Dois acusados de envolvimento de roubos a banco nos estados de Alagoas e Pernambuco foram apresentados pelo delegado titular da Seção de combate de Roubos a Bancos (Serb), Vinícius Ferrari, na tarde desta segunda-feira, 15, na Secretaria de Segurança Pública, Centro de Maceió

O primeiro apresentado foi José Alan Firmino, de 22 anos, chefe de quadrilha e acusado de explosão ao banco do Bradesco. De acordo com o delegado, José Alan era genro de Sérgio Roberto de Lima, mais conhecido como “Sérgio Bomba”, até então dono da quadrilha e que foi morto no dia 9 de junho deste ano durante troca de tiros com a polícia militar, em Piaçabuçu.

Leia mais: Acusado de assalto a banco morre em abordagem policial

Após a morte de Sérgio, José Alan virou o chefe do bando e iniciou novamente os assaltos a bancos. O acusado estava programando mais um roubo no município de Roteiro, em Alagoas, porém foi preso antes do ato.

Ainda segundo o delegado, ele seria o responsável por armar as bombas e provocar as explosões. A polícia cumpriu o mandado de prisão que estava em aberto contra o criminoso.

 

Foi também apresentado Carlos Vieira de Melo, 36 anos, conhecido como “Ligeirinho”, que também tem envolvimento em assaltos a bancos em Pernambuco e Alagoas e foi preso na sexta-feira, 12, em um restaurante japonês no bairro da Jatiúca, bairro nobre de Maceió.

O delegado Vinicius Ferrari disse na coletiva que Carlos utilizava maçarico para desativar câmera e alarmes dos bancos. O criminoso atuava em Pernambuco, mas fugiu do estado após aproximação da polícia.

Já em Alagoas, após ligação no disque-denúncia pelo 181, uma pessoa anônima informou onde o acusado morava. A polícia foi até o local, porém Carlos já havia se mudado.

Após algum tempo, policiais militares viram Carlos Vieira almoçando em um restaurante japonês no bairro da Jatiúca, em Maceió. Eles decidiram então acionar a inteligência da Polícia Civil e prenderam o assaltante na saída do estabelecimento.

Participaram da ação o Tático Integrado de Grupos de Repressão Social (Tigre) e agentes da Serb. Nenhum dos dois criminosos possuem ligações.

Ficha Suja

Por fim, Vinicius Ferrari informou que o acusado também possui envolvimento em um roubo ao GBarbosa da Serraria. O acusado estava roubando o caixa do estabelecimento, porém, antes da chegada da polícia, ele já tinha fugido do local.

Estiveram presentes o secretário de Segurança, coronel Lima Júnior, e o delegado da Serb, Vinícius Ferrari.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter