Home NotíciasPolicia 14 pessoas são presas suspeitos em vários crimes no interior

14 pessoas são presas suspeitos em vários crimes no interior

Por Alagoas Brasil Noticias

Presos em flagrante por organização criminosa, tráfico de drogas e homicídios, entre outros.

PRESOS

Em entrevista coletiva, no final da tarde desta terça-feira (23), integrantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP) deram detalhes sobre a operação ‘Ressaca Olímpica’ que resultou na prisão em flagrante de 14 homens e apreensão três menores pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, organização criminosa, roubos e homicídios, na cidade de Rio Largo e região próxima.

Os presos são Ronaldo dos Santos Silva (23); Sidcley Júlio da Silva (20); Carlos Augusto de Oliveira Silva Tenório (22), conhecido ‘Carlinhos do Paiva’; Tiago Ferreira Viana (27), ‘Bigodão’; Antônio Marinho da Silva (46), ‘Tonho Agiota’; Roberto Alves da Costa (30); Sidney Nelson da Silva (21); Pedro Henrique Alves da Rocha (29); Adonis da Silva (19); Daniel Tertuliano dos Santos (22), ‘Thor’; Jose Wellington Gomes de Oliveira (19); Flávio dos Santos Correia, ‘Conjak’; Pedro Alves da Rocha (50). Os menores H.C.S., C.E.V.O. e C.S.S., ambos de 16 anos.

Entre os presos estão, os irmãos Roberto Alves da Rocha e Pedro Henrique Alves da Rocha, apontados como responsáveis pela morte da criança de dois anos registrada há três semanas em Rio Largo, nas proximidades de um bar, quando tentavam assassinar um desafeto do tráfico de drogas. Eles são filhos de Pedro Alves da Rocha, que também foi detido na operação.

A entrevista foi iniciada pelo Secretário de Segurança, coronel Lima Junior com a participação da delegada-geral Adjunta da Polícia Civil, Kátia Emanuelly; delegada Ana Luíza Nogueira, gerente de Polícia Judiciária da Área 1; delegado Acácio Júnior, de Rio Largo; coronel Monteiro, do 8º Batalhão da Polícia Militar; coronel Claudivan Albuquerque, comandante do Policiamento da Capital (CPC).

A delegada Ana Luíza Nogueira, disse que as investigações sobre o grupo criminoso começaram há alguns meses e, nesta terça, foram destinados 21 mandados, sendo cumpridos 18, expedidos pela 17ª Vara Criminal de Maceió.

O delegado Acácio Júnior confirmou as prisões em flagrante que foram realizadas porque os suspeitos estavam de posse de arma de fogo, farta munição, maconha embalada que caracteriza consumo e venda, quando os policiais cumpriam os mandados. ‘‘ Novas diligências devem seguir com o objetivo de prender outros suspeitos foragidos que pertencem a mesma organização criminosa’’.

O coronel Lima Júnior salientou a importância da integração dos órgãos de Segurança Pública e da contribuição da população em denunciar através do 181 ‘‘O disque denúncia é uma ferramenta muito importante que a sociedade assimilou para contribuir com o combate ao crime no estado’’.

Participaram da operação policiais civis e militares da Inteligência da 2ª Seção, 8º Batalhão e 12ª DP; GPJ Área 1; 24ª DP; Tigre, Asfixia, Oplit, BPRv; Bope; Aéreo, BPTran; Saturação.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário