Home NotíciasPolicia Grupo que feriu militar e baleou idoso em ônibus ostentava com roubos em Maceió

Grupo que feriu militar e baleou idoso em ônibus ostentava com roubos em Maceió

Por Alagoas Brasil Noticias

Delegado que investiga assalto com mortes no Jacintinho diz que suspeitos costumavam exibir produtos de origem ilícita na internet; dois foram presos.

MILITAR

 As primeiras diligências da Polícia Civil sobre o grupo suspeito de balear um policial à paisana em troca de tiros durante assalto a ônibus no bairro do Jacintinho, na manhã desta segunda-feira (29), em Maceió, apontam que os criminosos ostentavam – com o dinheiro fruto de roubos na capital – em bares, casas de shows e festas noturnas, além de exibirem, nas redes sociais, produtos de origem ilícita. 

A informação é do delegado Nivaldo Aleixo, que também investiga o caso em que o sargento da Polícia Militar José Ferreira de Araújo, de 51 anos, ficou ferido. Ele reagiu à investida criminosa e acabou baleado, assim como o passageiro Alonso Lopes de Souza, de 66 anos, que veio a óbito no Hospital Geral do Estado (HGE).

Ainda de acordo com o titular do 9º Distrito Policial, os suspeitos de integrar o bando podem ter participação direta em mais de 15 assaltos registrados na região do Jacintinho, “todos com as mesmas características”. 

“As investigações mostram que eles utilizam o dinheiro obtido no crime para uma vida de ostentação. Constatamos isso ao acessar as redes sociais dos criminosos, que têm envolvimento em diversos crimes registrados em Maceió”, explicou o delegado em entrevista à Gazetaweb. 

Ainda segundo Aleixo, até o momento, alguns suspeitos já foram identificados pelas equipes da Polícia Civil, que seguem em diligência. Entre eles, inclusive, está uma adolescente de 16 anos que teria deixado o local do crime logo após a troca de tiros dentro do ônibus da empresa Piedade e que fazia a linha São Jorge-Centro. 

“Nós estávamos no encalço deste grupo já há algum tempo. O modus operandi deles é sempre o mesmo: pegam um ônibus no Poço e, quando chegam à ladeira do Jacintinho, anunciam o assalto, deixando o coletivo com os pertences dos passageiros já ao final da ladeira”, emendou o delegado.

Segundo testemunhas, a troca de tiros teve início depois que dois homens anunciaram o assalto e o policial, à paisana, decidiu reagir. Duas pessoas ainda não identificadas foram detidas para prestar esclarecimentos. Uma delas informou ser tia do suspeito Cláudio José da Silva Júnior, de 24 anos, morto na ação. 

Já de acordo com o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), as abordagens a coletivos na capital serão intensificadas, apesar de já serem consideradas “rotineiras”. 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário