Home NotíciasEsportes No Rei Pelé, CSA vence o São Bento e fica perto da decisão da Série D

No Rei Pelé, CSA vence o São Bento e fica perto da decisão da Série D

Por Alagoas Brasil Noticias

csa

O CSA segue a sua boa fase e mostrou que depois do acesso, o objetivo agora é o título do Campeonato Brasileiro da Série D. na tarde deste domingo (11) o time marujo recebeu o São Bento no Rei Pelé e venceu por 2  0,  abrindo vantagem na semifinal da competição nacional.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo no interior paulista. O CSA pode empatar e até perder por um gol de diferença, que mesmo assim estará classificado para a decisão. Ao São Bento resta vencer por 2 a 0, para levar a decisão para as penalidades ou por três gols de diferença.

O JOGO – 1º TEMPO

A torcida do CSA compareceu, mas não no número esperado para uma semifinal de Série D; Talvez a garantia do acesso tenha diminuído a ansiedade dos azulinos. Mesmo assim, a torcida empurrou o CSA que buscava a iniciativa do ataque.

A insistência azulina em pressionar o São Bento deu resultado aos 16 minutos. Didira conduziu a bola e de calcanhar deixou para Rayro, enganando a defesa rival e o lateral-esquerdo emendou um belo chute, abrindo o placar no Rei Pelé.

O time azulino continuava tocando bem a bola, mas a equipe paulista se mostrava bem organizada e não permitia grandes espaços. Por outro lado, o São Bento também não criava e assim, o jogo era de muito estudo.

Foto: Alisson Frazão

Foto: Alisson Frazão

Na reta final do primeiro tempo as duas equipes resolveram se arriscar. O CSA por muito pouco não empata em tabelinha de Cleyton e finalização de Obina. Já os visitantes assustaram com Flávio, que aproveitou saída de bola errada do time alagoano e arriscou de longe, perto do gol de Jefferson. Final do primeiro tempo, CSA 1 x 0 São Bento.

2º – TEMPO

Veio o segundo tempo e o São Bento surpreendeu ao marcar a saída de bola, complicando o time azulino. Em menos de 15 minutos, o time paulista assustou com Matheus, depois com Magrão, que exigiu grande defesa de Jeferson após cruzamento na área.

Canindé mais uma vez mudou o time e acertou (Foto: Alisson Frazão)

Canindé mais uma vez mudou o time e acertou (Foto: Alisson Frazão)

O técnico Oliveira Canindé percebeu a lentidão na saída de bola do CSA e por isso resolveu mudar. Bismarck saiu e Kelvin entrou no time. Coincidência ou não, o meia faria parte da jogada do segundo gol azulino.

Leandro Souza começou a jogada ainda no campo de defesa e acionou Kelvin, que fez boa jogada e deixou para Didira, com muito estilo tocar para o fundo do gol, sem chances para o goleiro rival. CSA 2 a 0 aos 16 minutos do segundo tempo.

Depois do segundo gol o CSA mudou de atitude, resolveu tocar a bola, administrar o resultado, mas de forma consciente. O São Bento percebeu que nas vezes que tentou sair, foi surpreendido pelo CSA.

Dessa forma, o time paulista só atacava nos contra-golpes ou nas jogadas aéreas, mas encontrava uma equipe da casa mais atenta e afastando tudo, sem deixar espaços para o rival.

Na reta final o time visitante pressionou e o CSA marcou. Kelvin que estava atacando e defendendo cometeu duas faltas, acabou recebendo amarelo e depois o vermelho. Com um a mais o São Bento seguiu atacando e nos acréscimo, Magrão dominou bola na área e bateu, para mais uma grande defesa de Jefferson, que garantiu o grande resultado. Aos 48 minutos, final do jogo com placar de 2 a 0 para o CSA sobre o São Bento.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário