Home NotíciasPolitica Oito deputados alagoanos votam pela cassação de Eduardo Cunha

Oito deputados alagoanos votam pela cassação de Eduardo Cunha

Por Alagoas Brasil Noticias

Apenas Arthur Lira votou pela manutenção do parlamentar no cargo

cunha-1

A cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) também foi um fator decisivo na bancada federal alagoana. Dos nove deputados, apenas Arthur Lira (PP) votou pela manutenção do cargo do parlamentar. Com a decisão de 450 votos a favor e 10 contra, o processo mais longo de cassação da história da Câmara chegou ao fim. 

O ex-presidente da Casa foi acusado de mentir na CPI da Petrobras, em 2015, ao negar ser titular de contas no exterior. Cunha, de 57 anos, ficará inelegível por oito anos a partir do fim do mandato, proibido de disputar eleições até 2026 – assim, poderá se candidatar novamente aos 67 anos. Ele também perde o foro privilegiado, o direito de ser processado e julgado apenas no Supremo Tribunal Federal (STF).

Com isso, os inquéritos e ações que responde na Operação Lava Jato seguirão para a primeira instância da Justiça Federal. O STF vai decidir se quem assumirá os casos é o juiz Sérgio Moro, que conduz a Lava Jato no Paraná, ou se os processos serão enviados para outro estado. 

O lugar de Cunha na Câmara deve ser ocupado pelo suplente Marquinho Mendes (PMDB-RJ), primeiro na lista da coligação do PMDB nas últimas eleições. 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário