Home Alagoas Pilar: Renato Filho vira a página de 16 anos de grupos políticos rivais

Pilar: Renato Filho vira a página de 16 anos de grupos políticos rivais

Por Alagoas Brasil Noticias

Renato Rezende Filho, o Renatinho (PSDB)

renatinho

Uma das disputas mais acirradas das eleições 2016 em Alagoas, com certeza, aconteceu em Pilar. O município de 33 mil habitantes, na região metropolitana, escolheu o empresário Renato Rezende Filho como vencedor e prefeito para 2017-2020.

Renato Filho obteve 44% dos votos, deixando para trás o atual prefeito Carlos Alberto Canuto e o filho do ex-prefeito Oziel Barros, Douglas Barros. Os grupos rivais já dominavam o poder municipal há mais de 16 anos. Uma disputa de gente grande, mas desigual. Renato Filho foi eleito sem o apoio de nenhum vereador de mandato.

A estratégia desenvolvida por Tadeu Lira, da agência TDL, foi primeiro dar uma identidade mais próxima do eleitor, repaginando o futuro prefeito para Renato Filho. Em seguida, a agência – que conta com instituto de pesquisa, equipe de criação publicitária, departamento de jornalismo, redes sociais e produtora de vídeo – caiu em campo para dar visibilidade ao novo formato. 

Foi da TDL também que surgiram algumas das propostas do plano de governo, como o Bolsa Viva Bem Pilar (a proposta é que o município crie um programa semelhante ao Bolsa Família, do governo federal, para complementar a renda das famílias que ganhem menos de R$ 140 reais, faixa da pobreza extrema), o Saúde Já (Marcação de Consultas Online) e o Empreende Pilar (programa de atração de empresas para cidade).

A disputa teve tons de guerra. Até as Forças Armadas foram chamadas, além do reforço da Polícia Militar. Nos últimos dias, denúncias de perseguição e uma batalha nas redes sociais agitaram a cidade.
Renato Filho é neto do ex-deputado estadual Rubens Canuto, é formado em Direito e foi secretário-adjunto de Assistência Social na gestão do governador Téo Vilela. Ele foi um dos 17 prefeitos eleitos pelo PSDB, do ex-governador Teotonio Vilela Filho e do prefeito de Maceió, Rui Palmeira. E mostra que pode dr um novo ar para a terra do Festival do Bagre.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário