Home Mundo Polícia alemã prende sírio suspeito de preparar atentado

Polícia alemã prende sírio suspeito de preparar atentado

Por Alagoas Brasil Noticias

A polícia alemã prendeu na madrugada desta segunda-feira (10) um sírio suspeito de preparar um atentado, depois de encontrar em sua residência um tipo de explosivo muito perigoso. Jaber Albak, de 22 anos, era procurado desde sábado (8).

“O medo do terrorismo se apodera de toda a Alemanha!”, escreveu neste domingo em seu site o jornal mais lido do país, Bild.

“Várias centenas de gramas” de uma “substância explosiva muito mais perigosa que o TNT” foram encontradas em sua casa, segundo a polícia.

As forças de segurança foram advertidas pelos serviços de inteligência de um risco iminente e no sábado entraram no apartamento em Chemnitz (leste) deste homem conhecido como Jaber Albakr, de 22 anos. Durante o domingo, os agentes intensificaram as buscas, reforçaram os controles em aeroportos e estações, até que conseguiram prender o susbylpeito.

Possível relação com Estado Islâmico

Segundo alguns meios de comunicação, o indivíduo estaria em contato com a organização do Estado Islâmico (EI).

Três detidos

Um dos três conhecidos do jovem sírio detidos no sábado foi liberado neste domingo sem acusações.

“Apenas uma pequena quantidade” do explosivo encontrado no apartamento “pode provocar danos enormes”, advertiu a polícia.

Segundo a rede de televisão pública ZDF e o jornal local de Chemnitz, Freie Presse, trata-se de TATP, uma substância explosiva utilizada por extremistas do EI nos atentados de Paris de novem
bro de 2015 (130 mortos) e Bruxelas (32 mortos em março passado).

Ataque a aeroporto

Este sírio, um refugiado que chegou no ano passado à Alemanha junto a outros 890 mil, é suspeito de querer atacar um aeroporto alemão, afirma o site da revista Focus.

A segurança foi reforçada nos dois aeroportos de Berlim e nas estações da capital. Chemnitz está situada 260 km ao sul de Berlim.

As autoridades alemãs acreditam ter desmantelado ao menos três atentados extremistas neste ano.

No mês passado, três pessoas com documentos sírios que chegaram à Alemanha através da mesma rede que os autores dos atentados de Paris foram detidas em centros de acolhimento de refugiados, e um demandante de asilo sírio de 16 anos foi preso em Colônia (oeste) suspeito de preparar um atentado para o EI.

A polícia alemã estima que há várias centenas de islamitas que representam um perigo no país.

A Alemanha sofreu em julho dois atentados reivindicados pelo EI: um ataque suicida cometido por um sírio de 27 anos que deixou 15 feridos e um ataque com machado lançado por um refugiado de 17 anos (cinco feridos).

Estes atos contribuíram para alimentar o temor de uma parte da opinião pública diante dos demandantes de asilo, apesar dos apelos das autoridades para evitar o preconceito.

Também propulsou a direita populista: o movimento Alternativa para a Alemanha acumulou vários êxitos eleitorais nos últimos meses, aumentando a pressão sobre a chanceler Angela Merkel, cada vez mais criticada por sua política de acolhimento dos demandantes de asilo.

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário