Home NotíciasEconomia Financiamento da Desenvolve chega a comerciantes de Chã Preta

Financiamento da Desenvolve chega a comerciantes de Chã Preta

Por Alagoas Brasil Noticias
Comerciantes e pequenos criadores utilizarão recurso para alavancar negócios.

desevolve

Manter uma criação de animais requer tempo, mão de obra, dedicação e também investimento. Por isso, o casal Sebastião Rosendo da Silva e Maria do Socorro Marques Mariano, criadores de gado e moradores do assentamento Serra Lisa, em Chã Preta, resolveram procurar a Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve), que estimula, através da liberação de recursos, a geração de renda com linhas de crédito acessíveis e taxas de juros bem abaixo do mercado.

Com esse objetivo a equipe da agência visitou os assentados, na manhã desta terça-feira (11), para realizar a liberação dos recursos pleiteados também por outros pequenos empreendedores locais. Os analistas de crédito Rosabel Moreira e Rafael Santos tiveram a oportunidade de conversar também com outros moradores de Chã Preta interessados no crédito desburocratizado da Desenvolve.

Através da linha Microcrédito Desenvolve/BNDES Taxa C, eles terão a oportunidade de melhorar a estrutura de seus criadouros, reformar seus estabelecimentos e comprar mercadoria para a revenda a preços justos ao consumidor. Foram R$ 11 mil liberados, com taxa de 1% ao mês e prazo para pagamento de até 24 meses.

“Vamos investir na compra de animais, telas, ração, tijolos e balança para o sítio onde criamos, de onde tiramos nosso sustento. Só vamos conseguir isso por conta desse apoio que estamos recebendo”, conta Sebastião , que faz parte do grupo Crescer e Prosperar que atende moradores dos municípios de Chã Preta e Quebrangulo.

Rafael Brito, presidente da Desenvolve, ressaltou o compromisso da instituição em facilitar o acesso de microempreendedores ao crédito estadual. “É importante dar condições ao cidadão para que ele possa garantir seu meio de vida e a manutenção de seu negócio. Nosso potencial é enorme, e cada pequeno investimento reflete na economia como um todo”, explicou.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário