Home NotíciasEsportes Flamengo empata com Corinthians no Maracanã e vê Palmeiras escapar

Flamengo empata com Corinthians no Maracanã e vê Palmeiras escapar

Por Alagoas Brasil Noticias

Partida também ficou marcada por torcedores de organizadas rivais

fla

O enredo da volta do Maracanã ao Brasileirão teve de tudo. Briga na arquibancada, gol bem anulado, gol legal, depois gol irregular não anulado, discussão entre jogadores. Tensão de todos os lados. Polêmica, torcidas apaixonadas. Foi de tirar o fôlego esse Flamengo 2 x 2 Corinthians emocionante e com bons momentos de futebol.

 Como no segundo gol corintiano, em linda jogada de Romero, Guilherme e Rodriguinho.  Após 10 meses de ausência no estádio, a torcida rubro-negra saiu frustrada, e a corintiana, com mais esperanças na briga por vaga na Libertadores. Guerrero (2), Guilherme e Rodriguinho foram os autores dos gols no clássico deste domingo pela 32ª rodada.

Não fosse a briga entre integrantes de uma torcida organizada do Corinthians com policiais na divisória que separa os corintianos de rubro-negros meia hora antes do início, teria sido um reencontro perfeito do Maracanã com o grande público sedento por futebol. A renda no Maracanã foi de R$ 3.203.207,50, com 54.250 pagantes (65.743 presentes). A torcida do Flamengo fez belo mosaico com a inscrição “Tua Glória é Lutar”, trecho do refrão do hino original, não o de Lamartine Babo, mas conhecido.

Com o resultado, o Flamengo, com 61 pontos, ficou mais longe do Palmeiras na briga pelo sonhado heptacampeonato brasileiro. O Verdão bateu o Sport por 2 a 1 e ficou seis pontos à frente dos rubro-negros. O Corinthians, com 49 pontos, ocupa o sexto lugar e segue forte na briga por vaga na Libertadores.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 33ª rodada. O Flamengo terá difícil missão pela frente: enfrentar no estádio Independência um velho rival, o Atlético-MG, que também briga matematicamente pelo título. A partida será às 16h30. O Corinthians, no mesmo horário, receberá em sua arena a Chapecoense.

Não demorou cinco minutos para a pressão subir no Maracanã. Após gol bem anulado de Guerrero, aos quatro, impedido, o contra-ataque corintiano foi mortal. Romero dividiu no alto com Rafael Vaz, e a bola sobrou para Guilherme, que bateu à direita de Muralha. Com 1 a 0 no placar, o time paulista explorou os espaços deixados pelas subidas do rival. Escalado de surpresa, Emerson Sheik pediu calma. O empate surgiu aos 14, em outro impedimento de Guerrero e mais dois, após falta cobrada por Diego.

O peruano, de cabeça, estufou as redes. A arbitragem falhou ao não anular. Mas o Fla, centralizado, aceitou a marcação adversária, que anulou as jogadas pelas laterais. Sheik até teve chance, mas Walter salvou. Organizado, o Corinthians contava com Guilherme e Romero inspirados – e tiveram chance de ampliar. Mas fizeram a jogada perfeita aos 46. Guilherme tocou para Romero na direita, que centrou. O camisa 10 deixou a bola passar para Rodriguinho calar o Maracanã: 2 a 1. Assim acabou o primeiro tempo.

O técnico Zé Ricardo viu que precisava de um atacante aberto. Entrou com Fernandinho no lugar de Mancuello. E foi pela esquerda que o camisa 31 perdeu boa chance de empatar para o Fla. O time encontrou mais espaços. Num escanteio obtido em nova jogada de Fernandinho surgiu o novo empate do Fla. Diego cobrou, Réver cabeceou, Arão também. Walter espalmou, e Guerrero, com a cabeça na chuteira do marcador, mandou para as redes, aos 13. 

A torcida voltou a empurrar o Flamengo. O Corinthians cedeu campo, mas a partida caiu um pouco de intensidade. Mas logo após a entrada de Marlone no lugar de Marquinhos Gabriel, Guilherme, destaque corintiano na partida, que já tinha cartão amarelo, acabou expulso infantilmente após atrasar falta de Réver. Zé Ricardo não perdeu tempo e trocou Willian Arão por Leandro Damião. A partida voltou a ficar emocionante, com chances dos dois lados, apesar do cansaço das equipes. Mas o jogo terminou empatado.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário