Home Mundo Parlamento venezuelano aprova texto que diz que Maduro promoveu golpe

Parlamento venezuelano aprova texto que diz que Maduro promoveu golpe

Por Alagoas Brasil Noticias

Parlamentares irão pedir garantia de direitos à comunidade internacional

maduro

O parlamento da Venezuela, controlado pela oposição, aprovou neste domingo (23) em uma sessão extraordinária um acordo no qual declara a “ruptura da ordem constitucional e a existência de um golpe de Estado” no país “cometido pelo regime de Nicolás Maduro e pelos poderes Judicial e Eleitoral”.

Os parlamentares acertaram solicitar à comunidade internacional a “ativação de todos os mecanismos necessários para garantir os direitos do povo da Venezuela”. Eles também anunciaram que formalizarão uma denúncia no Tribunal Penal Internacional (TPI) contra os juízes regionais e os reitores do Conselho Nacional Eleitoral, classificados como “responsáveis” da suspensão do processo de referendo para tirar Maduro do poder.

O parlamento pediu o início de um processo para determinar a situação constitucional da presidência da Venezuela, já que alegam haver uma investigação sobre a “provável dupla nacionalidade de Maduro” e que existem “fundamentadas razões” para determinar o abandono das funções constitucionais da presidência.

Além disso, o texto aprovado exige que as Forças Armadas da Venezuela “não obedeçam ou executem nenhum ato ou decisão que sejam contrários aos princípios constitucionais” e convocou os cidadãos do país a fazer uma “defesa ativa” da Carga Magna.

Nesta semana, sete tribunais regionais determinaram a suspensão do processo de coleta de 1% das assinaturas do colégio eleitoral venezuelano após suspeitas de fraude. O Conselho Nacional Eleitoral adiou o processo até nova ordem, um ato que a oposição classifica de “golpe de Estado”.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário