Home Municípios Casal faz operação surpresa para combater furto de água em três municípios

Casal faz operação surpresa para combater furto de água em três municípios

Por Alagoas Brasil Noticias

A ação contou com a participação de guarnições da Rádio Patrulha, do Pelotão de Operações Especiais, da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão e do delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, titular da Delegacia Regional de Polícia (1ª DRP), em Delmiro Gouveia

casal-350x225

Uma operação da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), deflagrada nesta sexta-feira (4) nos municípios de Delmiro Gouveia, Água Branca e Mata Grande, resultou na prisão de quatro pessoas suspeitas de furto de água. Durante a operação, nove casos de irregularidades foram encontrados, entre eles, ligações clandestinas às adutoras e hidrômetros invertidos.

Todos os casos foram imediatamente sanados e os proprietários dos imóveis serão chamados a se regularizar na companhia. Por outro lado, também vão responder perante a Justiça pelas irregularidades.

A ação, que teve início às 4h30 da manhã, contou com a participação de guarnições da Rádio Patrulha (RP), do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga), ambas do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), e do delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, titular da Delegacia Regional de Polícia (1ª DRP), em Delmiro Gouveia, do coronel Joaz Fontes, além do apoio do Ministério Público Estadual (MPE-AL).

Nos povoados Facão, Alto do Toro e Turco, em Delmiro Gouveia, as equipes encontraram seis ligações clandestinas à adutora de água bruta que recebe água do Canal do Sertão para, após passar pela estação de tratamento (ETA), abastecer parte do município de Olho d’Água do Casado.

“O abastecimento estava comprometido e a adutora sem pressão. Isso é muito prejudicial para um município inteiro, enquanto alguns produtores rurais se beneficiavam e faziam irrigação de suas culturas”, pontuou o vice-presidente de Gestão Operacional da Casal, Francisco Beltrão, que participou de toda a operação.

Já no povoado Volta, também em Delmiro, foi encontrado um caso de hidrômetro invertido e uma ligação clandestina à adutora. Os moradores não estavam em casa no momento da fiscalização.

Na cidade de Água Branca foi fiscalizado um lava-jato, mas, após vistoria no local, foi constatado que não havia irregularidade. No povoado Santa Cruz, zona rural de Mata Grande, as equipes da Casal, das Polícias Militar e Civil flagraram uma propriedade que furtava água da adutora de água tratada para irrigar diversas culturas, inclusive coqueirais. O proprietário foi levado para prestar esclarecimentos na delegacia de Delmiro Gouveia.

“Nesse caso, a adutora perdia pressão e causava transtornos ao abastecimento de toda a cidade de Mata Grande. Isso não pode acontecer e pedimos à população que colabore fazendo denúncias, não precisa se identificar. Enquanto alguns obtêm vantagens indevidas com o furto de água, muitas pessoas sofrem sem abastecimento”, acrescentou Francisco Beltrão, da Casal.

Ele disse também que a operação na região do Sertão vai continuar. “Estamos mapeando outras irregularidades, e, em breve, vamos agir novamente. Por isso, enfatizo que, quem tiver alguma pendência desse tipo, procure o escritório da Casal para se regularizar”, finalizou.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário