Home NotíciasPolicia Segurança Pública apresenta suspeitos de integrar grupo de extermínio

Segurança Pública apresenta suspeitos de integrar grupo de extermínio

Por Alagoas Brasil Noticias

Presos também são suspeitos de envolvimento em roubo a banco e homicídios.

delegada

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP) apresentou, na tarde desta quinta-feira (10), quatro pessoas suspeitas de envolvimento em roubos a banco, homicídios e grupo de extermínio. Elas foram presas durante operação conjunta para cumprimento de mandados expedidos pela 17ª Vara Criminal em cidades do interior de Alagoas. 

Em Senador Rui Palmeira, foram detidos Luiz Ricardo Ramos Lima, de 20 anos, conhecido como ‘Luigi’, e João Paulo Moreira de Freitas, de 22 anos. Na cidade de Água Branca, foi preso Augusto da Silva Gomes, de 37 anos. Já em São José da Tapera, o cumprimento de mandado foi contra Claudemir de Jesus, de 22 anos, conhecido como ‘Nego’.

quadrilha De acordo com informações do delegado Vinícius Ferrari, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), Luiz e Paulo eram funcionários de um posto de combustíveis de Senador Rui Palmeira e praticavam crimes utilizando armas pertencentes ao dono do estabelecimento e devidamente registradas. Após cometer os delitos, a dupla voltava a guardar os armamentos no mesmo local. Quando os dois foram demitidos, as armas foram roubadas. 

Nas casas deles, a polícia encontrou coletes, facas e armas de fogo. Somente com João Paulo, foi apreendida a quantia de R$ 8 mil. 

O outro preso, identificado como Augusto, era agricultor e, segundo o delegado, ostentava grande patrimônio, tendo em vista que era agiota e guardava várias notas promissórias em casa e cartões de crédito com senha. Todos esses materiais foram apreendidos. Na casa dele, a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão e a prisão foi feita em flagrante por conta do material encontrado. 

Augusto atuava em parceria com Claudemir durante os crimes. Um veículo modelo Astra de cor prata e com o ‘rotativo’ da Polícia Militar foi apreendido. 

Presos são suspeitos de integrar grupo de extermínio em Alagoas

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário