Home Alagoas Estudantes desocupam campus do Ifal de Maceió após ameaça de reintegração

Estudantes desocupam campus do Ifal de Maceió após ameaça de reintegração

Por Alagoas Brasil Noticias

 

art

Os estudantes que ocupavam o campus do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) de Maceió deixaram a instituição na manhã desta segunda-feira (28), após ameaça de reintegração de posse autorizada pela Justiça e a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) em Alagoas. Os estudantes são contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que limita os gastos públicos. Atualmente, a matéria tramita no Senado Federal. 

A reportagem foi até o campus, onde verificou que ainda havia poucos manifestantes no local, mas que já estavam de saída. Segundo informações de organizadores, uma comissão de estudantes viajou a Brasília para uma manifestação que havia sido programada. 

Após a desocupação, uma vistoria foi realizada nas dependências do prédio e constatou que não houve depredação do patrimônio. As faixas que comunicavam a ocupação serão retiradas ainda hoje e a limpeza dos locais ocupados será feita nesta terça-feira (29). 

“Com a ida da caravana a Brasília e o boato de que a polícia chegaria com uma ordem de reintegração de posse, decidimos desocupar. Foi um momento de muitoaprendizado, tivemos palestras, assembleias, mesas de conversa com professores e advogados. Acreditamos que esta ocupação fortalece e que, agora, estaremos mais presentes no corpo político da instituição”, comentou o estudante do curso de Química do Ifal, Pedro Tavares. 

Decisão judicial 

A Advocacia Geral da União conseguiu na Justiça Federal o deferimento do pedido de reintegração de posse do campus do Instituto Federal de Alagoas em Maceió. Mesmo com a autorização, ainda não havia data específica para o cumprimento da decisão de forma prática. 

A unidade esteve ocupada por estudantes por mais de um mês. Eles protestam contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55 que limita os gastos públicos. A matéria tramita no Senado Federal. 

Sete campi do Ifal haviam sido ocupados. Além do campus Maceió, eles decidiram ocupar os de Satuba, Santana do Ipanema, Piranhas, Murici, Penedo e Marechal Deodoro. Este último foi desocupado no último dia 24. 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário