online forex trading education forex trading malaysia como encerrar uma operação de swing trade no simulador livros em pdf de opçoes binarias em portugues seguir a tendencia opções binarias forex trading o que é opções binárias funcionam ma opçoes binarias como operar.com banca baixa full trader forex trading with 3 moving averages estrategia para operar na olymp trade como exportar histórico de operações meta trader 5 aula opções binárias price action melhor foma de investir em acoes day trade ou quarteto fantastico opçoes binarias quais os melhores horários para opções binárias quanto tempo de operação tem a solution trade
Home NotíciasEsportes Após homenagens à Chapecoense, Chelsea vence City de virada

Após homenagens à Chapecoense, Chelsea vence City de virada

Por Alagoas Brasil Noticias
 (Crédito: Reprodução)

Em uma partida marcada pelas homenagens às vítimas do acidente fatal no voo com jogadores da Chapecoense, na terça-feira, o Chelsea venceu o Manchester City por 3 a 1, de virada, pela 14ª rodada do Campeonato Inglês, e disparou na liderança do torneio.

Com o resultado, o Chelsea foi a 34 pontos, deixando o City para trás, estacionado nos 30 e em terceiro lugar, ameaçado de perder a posição para o Arsenal, que tem 28 e encara o West Ham mais tarde neste sábado.

As homenagens à Chapecoense iniciaram ainda no aquecimento. Todos os jogadores do Manchester City entraram no gramado vestindo uma camiseta preta com o escudo da Chapecoense e os dizeres “#forçachape” e “Manchester is With You” (Manchester está com vocês, em inglês).

Na hora da bola rolar, atletas das duas equipes e o trio de arbitragem se uniram no círculo central e, assim como a torcida, respeitaram um minuto de absoluto silêncio. No telão do estádio, apareceu a mensagem: “Em algum lugar entre as estrelas, serão lembrados como eternos campeões. Força, Chape!”.

Após o apito inicial, o zagueiro Cahill fez sua primeira trapalhada no jogo aos seis minutos, quando deu um carrinho para cortar drible de David Silva e encostou a mão na bola dentro da área. No entanto, o juiz não viu pênalti para o Manchester City no lance.

Aos 14 minutos, o Chelsea chegou com perigo pela primeira vez, quando Hazard bateu de fora da área, mas a bola saiu tirando tinta da trave direita. Em seguida, o City partiu para cima, enquanto os visitantes se fecharam em busca dos contragolpes, que se tornou o panorama de toda a partida.

Aos 20, Agüero bateu forte e obrigou Courtois a fazer boa defesa. Já, aos 24, Fernandinho balançou as redes de cabeça, mas o gol foi anulado por impedimento. O Chelsea só respondeu no lance seguinte, quando Hazard driblou o goleiro Bravo, mas ficou sem ângulo para finalizar, cruzou e a zaga do City afastou.

Nos dez minutos finais, o City manteve o domínio das jogadas ofensivas. Agüero recebeu dois cruzamentos, mas chutou um em cima da zaga e cabeceou outro à esquerda do gol. A insistência teve resultado aos 44, quando Navas cruzou da direita e Cahill apareceu novamente para o lado negativo, desviando contra o próprio gol, sem chances de defesa para Courtois.

A segunda etapa iniciou da mesma maneira, com o Manchester City aplicando um sufoco. Aos oito minutos, Agüero roubou a bola na grande área, driblou o goleiro, mas a zaga do Chelsea se recuperou a tempo de tirar em cima da linha. Logo em seguida, Navas cruzou para a pequena área e De Bruyne, com o gol escancarado sem defensores à sua frente, mandou no travessão.

Paciente atrás, o Chelsea conseguiu empatar em um contra-ataque letal. Cesc Fabregas acertou um longo lançamento, Diego Costa dominou dentro da área já tirando o marcador e bateu firme para o gol.

O Manchester City não se abalou com o empate, mas o argentino Agüero não apresentava o aproveitamento esperado de goleador. Aos 16, na cara do gol, bateu em cima de Courtois. Assim, o time londrino manteve a postura na defesa e apostou em mais um contragolpe para virar o jogo.

Após jogada de perigo, a defesa afastou a bola para Diego Costa, que rapidamente ligou Willian. O brasileiro avançou em velocidade e chutou rasteiro no canto direito. Na comemoração, o atacante estendeu uma pequena faixa preta com o “Força, Chape”.

Mesmo depois dos dois gols sofridos em contra-ataque, o City de Pep Guardiola se manteve no ataque com todas as forças, mas sem conseguir chegar com perigo. Por outro lado, o Chelsea soube se defender bem e ainda anotou o terceiro em mais uma saída em velocidade. Aos 44 do segundo tempo, Hazard recebeu lançamento na esquerda, ganhou do zagueiro no mano a mano e encheu o pé para estufar as redes e dar números finais ao marcador.

A emoção não acabou nem mesmo nos acréscimos. Aos 45, William desperdiçou a chance de fazer o quarto gol. Já, aos 50, Agüero deu carrinho em David Luiz e acabou expulso. Após o lance, Fernandinho empurrou Fabregas pelo pescoço e também levou o vermelho, deixando o City com nove atletas, mas o árbitro decretou o fim do jogo em seguida.

 
 
 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário