Home NotíciasPolicia Quadrilha presa por estelionato e falsificação de documento tinha base em São Miguel dos Campos

Quadrilha presa por estelionato e falsificação de documento tinha base em São Miguel dos Campos

Por Alagoas Brasil Noticias

Envolvidos tem passagem por outros crime

quadrilhaA Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, apresentou nesta segunda-feira, dia 05, os seis envolvidos numa quadrilha acusada em crimes de estelionato e falsificação de documentos presa na última semana na cidade de São Miguel dos Campos.

Wallison Tiago dos Santos Silva, 32 anos, Walysson Alan Santos de Oliveira, 23, Rosivan Alves Valença, 42, Marcos Aurélio dos Santos, 45, José Cícero Ezequiel de Lima, 34 anos, e Taciana Araújo de Amorim, de 29, são os acusados integrar o grupo criminoso que vai responder por organização criminosa, estelionato e falsificação de documentos.

q-6-horzRosivan Alves Valença, já responde pelo mesmo crime, reveja: Polícia prende homem com CNH e cartões de crédito falsificados em São Miguel dos Campos

Marcos Aurélio dos Santos, já responde pelo mesmo crime e por agressão, reveja: Polícia civil prende homem acusado de agredir a esposa em São Miguel dos CamposOplit prende em flagrante acusado de estelionato

De acordo com o delegado Mario Jorge, gerente da Deic, o bando agia captando cartões de crédito, guias e documentos para aplicar golpes no comércio. Recentemente eles fizeram compras em Caruaru(PE), onde adquiriram mercadorias com cartão falsificados.

preso-2Foram cinco meses de investigações realizadas pelo Núcleo de Inteligência da Deic, que identificou outros dois integrantes da quadrilha, no momento foragidos. Segundo a polícia, o chefe do grupo era Wallison Tiago.

Além de modelo de cédulas de carteira de Identidade, carteira de motorista e máquinas de impressão, com os acusados foram apreendidos vários instrumentos usados para falsificar documentos.

A coletiva de imprensa que apresentou o resultado da operação contou com a participação do secretário de Segurança, coronel Lima Júnior e do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário