Home NotíciasEconomia PIB brasileiro vai crescer em 2017, diz secretário do Ministério da Fazenda

PIB brasileiro vai crescer em 2017, diz secretário do Ministério da Fazenda

Por Alagoas Brasil Noticias
Segundo o secretário, se forem tomadas medidas corretas, haverá recuperação econômica no próximo ano
 

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro vai voltar a crescer em 2017, depois de dois anos consecutivos em queda. A avaliação é do secretário de acompanhamento econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida. Ele participou, nesta sexta-feira (9), do seminário Perspectivas de Médio e Longo Prazo do Ajuste Fiscal no Brasil, na Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio.

“Pelos indicadores que temos hoje, esperamos que sim [que vai crescer]. E uma coisa que o governo está trabalhando muito fortemente é com a agenda de medidas estruturais. Quando um país aprova uma série de medidas estruturais, fortalecimento de agências reguladoras, novo marco regulatório de concessão, ajuste fiscal, [reforma da] Previdência, a consequência natural disso vai ser mais crescimento”, disse Mansueto, aos jornalistas.

Segundo o secretário, se forem tomadas medidas corretas, haverá recuperação econômica no próximo ano, com dúvida apenas quanto à velocidade do processo. “Esta instituição [FGV] estava com previsão de PIB de 0,6%, o mercado está 0,8%. No ano passado, a gente teve uma queda de PIB de 3,8%, este ano de 3,5%. No ano que vem, só o fato da economia estar voltando a crescer, já é uma mudança significativa. Quando foi que o Brasil teve dois anos consecutivos de queda do PIB? Quando produzia e exportava café, em 1930 e 1931”, disse Mansueto.

O secretário de acompanhamento econômico ressaltou que a previsão do governo para 2017 é de avanço projetado no PIB de 1%. “A nossa perspectiva oficial é ter crescimento, uma projeção de 1%. Por enquanto a gente acredita que vai ter recuperação do investimento. É mais demorado do que se esperava. É um estímulo para a gente apressar a agenda de reformas. Se o Brasil fizer o ajuste fiscal, sinalizar com a retomada das concessões dentro do novo marco regulatório, com uma série de coisas na área micro, a consequência é que a produtividade vai voltar a crescer e a gente vai ter mais crescimento”, disse Mansueto.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário