Home NotíciasPolitica Câmara aprova Lei Orçamentária Anual do Município para 2017

Câmara aprova Lei Orçamentária Anual do Município para 2017

Por Alagoas Brasil Noticias
Sessão ordinária desta quinta foi marcada também por discursos de despedida de parlamentares que deixam a Câmara  

A Lei Orçamentária Anual (LOA) do município para o ano de 2017 foi aprovada pela Câmara de Vereadores, na tarde e início da noite desta quinta-feira (15). Para isso, os parlamentares fizeram um esforço concentrado, realizando sessões extraordinárias e cumprindo, assim, com suas atribuições, antes do recesso de final de ano. A sessão ordinária encerrou os trabalhos da atual legislatura.

Além da LOA, o Projeto de Lei que cria a Agência Municipal Reguladora de Serviços Delegados, uma das três mensagens enviadas pelo Executivo, também foi apreciado e aprovado, em primeira discussão pelos vereadores. Apesar de ter sido encaminhada em regime de urgência, os parlamentares decidiram dar uma tramitação normal à matéria. “Os outros dois projetos estão sub judice e foram devolvidos ao Executivo, mas assim que as questões jurídicas forem resolvidas, a Câmara deve se reunir em sessão extraordinária para apreciar e votar as matérias”, informou o líder do governo, vereador Eduardo Canuto (PSDB).

O presidente da Casa, vereador Kelmann Vieira (PSDB) destacou a importância da aprovação da LOA. “O orçamento de Maceió foi aprovado graças ao entendimento e esforço de todos os vereadores, que compreenderam a necessidade de votar a LOA antes do recesso. Convocamos sessões extraordinárias e demos celeridade à votação em clima de harmonia, mas respeitadas as divergências que sempre acontecem em um processo democrático”, avaliou.

EMENDAS – A LOA estabelece receitas e despesas no valor de R$ 2,3 bilhões para o exercício financeiro do próximo ano e, de acordo com a presidente da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira, Fátima Santiago (PP), foram apresentadas 59 emendas aditivas e 111 modificativas. Além disso, os vereadores que mais apresentaram emendas foram a própria Fátima Santiago, Heloisa Helena (Rede) e Silvânio Barbosa (PMDB).

A Lei Orçamentária segue agora para a sanção do chefe do Poder Executivo.

“É importante destacar o fato de que Maceió vai começar o segundo mandato do prefeito Rui Palmeira (PSDB) com seu orçamento devidamente aprovado. Isto comprova mais uma vez, a harmonia entre os poderes, sem deixar, no entanto, de se realizar um amplo debate com a sociedade, que teve a oportunidade de apresentar suas sugestões e discutir com os vereadores obras e projetos que devem ser priorizados pela administração municipal. As propostas foram apresentadas quando a Câmara realizou  audiência pública para tratar do assunto e que lotou o Plenário da Casa, com lideranças comunitárias e moradores dos diferentes bairros de Maceió”, destacou ainda o presidente KelmannVieira.

Despedidas – Além das votações que ocorreram nesta quinta-feira, a última sessão ordinária antes do recesso parlamentar foi marcada por discursos de despedidas por parte daqueles vereadores que não conseguiram se reeleger em outubro. O vereador Luiz Carlos Santana (DEM), por exemplo, afirmou que vai levar pelo resto da vida o aprendizado que obteve como vereador de Maceió.

“Aproveito a última sessão dessa legislatura para dizer da minha satisfação em ter feito parte desta Casa e ter convivido com todos vocês, apesar das naturais diferenças. Quero dizer que deixo a Câmara com o sentimento do dever cumprido e de saber que procurei fazer o melhor para as pessoas com deficiência, parte da sociedade que representei nesses últimos quatro anos como parlamentar”, disse Luiz Carlos Santana.

Além dele, também deixam a Casa, Heloisa Helena (Rede), Wilson Jr (PDT), Marcelo Gouveia (PRB), Simone Andrade (DEM) e Guilherme Soares (PSDB)

“Quero registrar aqui a importância do trabalho feito por cada um de nós vereadores, e dizer aos que estão saindo que todos deixaram seus nomes marcados na história desta Casa. Fizemos uma legislatura em sintonia com a sociedade de Maceió. Para isso, basta dizer que realizamos mais de 40 audiências públicas, ouvindo os anseios da população em assuntos importantes. Espero que seja para todos um até breve e não um adeus”, destacou Kelmann Vieira.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário