opções binárias na plataforma rico o que são operações day trade forex trading español como iq option ganha com opções binária investimento apn impera trader estrategias de operação day trade empiricus opcoes binarias como apliciar forex trading planilha de investimentos day trader excel gratis acertos opções binárias melhores horaris para realizar operação trader opções binárias quando devo sair do mercado follow opçoes binarias quais empresas investir em opçoes indicador opçoes binaria 80 de acerto metatrader 5 opções binarias como investir em opçoes na xp
Home NotíciasSaúde Construção do Hospital da Mulher será essencial para o HGE, afirma direção

Construção do Hospital da Mulher será essencial para o HGE, afirma direção

Por Alagoas Brasil Noticias

 

al

Maior resolutividade no fluxo de atendimentos. Este será um dos maiores benefícios que o Hospital da Mulher trará para a maior unidade de saúde pública estadual de urgência e emergência, o Hospital Geral do Estado (HGE). Quem afirma é o médico cirurgião geral Carlos Alberto Gomes, gerente do HGE. De acordo com ele, apesar da unidade ser classificada como de urgência e emergência, atende todos os tipos de patologias, com uma média de aproximadamente 150 mil atendimentos por ano.

“Com o Hospital da Mulher, o estado de Alagoas ganhará duas grandes portas de atendimentos. O déficit de leitos para os usuários do SUS será reduzido, beneficiando a população alagoana, em especial as mulheres, e, o HGE, que é uma unidade especializada em urgência e emergência, com foco no atendimento de traumas, poderá se dedicar mais a assistência dessa área”, comentou Carlos Alberto.

Para o gerente, com a construção do hospital, outras unidades também serão beneficiadas. “Este hospital vai oferecer um melhor atendimento às pacientes da Santa Mônica, ambulatórios e todas as demais unidades públicas de saúde serão favorecidas. Com o aumento de leitos públicos, o fluxo de pacientes será reduzido, melhorando a assistência pública para a população alagoana”, completou.

A nova unidade hospitalar ficará instalada no bairro Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió, possibilitando o incremento de mais 180 leitos para pacientes do SUS que residem na capital e nas regiões Norte e Zona da Mata alagoana.

O mototaxista Antonio Agripino (34 anos) morador do Graciliano Ramos está internado no HGE após uma cirurgia de apendicite, ele comentou que teve muita dificuldade para se dirigir até a unidade hospitalar. “Eu vim dirigindo e doía demais. O HGE está localizado em uma região oposta a que moro. Peguei trânsito, acidentes no caminho. Esse hospital na parte alta de Maceió beneficiará demais quem mora lá em cima”, disse o paciente.

Rogério Barboza, superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), ressaltou quepara a construção da unidade serão investidos recursos da ordem de R$ 90 milhões, oriundos de emendas parlamentares da bancada federal e do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep).

Segundo ele, o novo hospital vai proporcionar aos pacientes do SUS assistência hospitalar nos casos de urgência e emergência, no âmbito de clínica materna, pediátrica e médica, além da inclusão de procedimentos de alta complexidade.  O complexo hospitalar vai contar com o Hospital da Criança, com 60 leitos, uma área exclusiva para os pequenos ao lado do atendimento destinado aos adultos. 

“Serão realizados procedimentos eletivos para o público feminino, masculino e infantil, com um atendimento mais próximo às mulheres alagoanas, com leitos exclusivos para ginecologia e obstetrícia. O Hospital da Mulher contará ainda com serviços laboratoriais, exames de imagem, intervenções terapêuticas, procedimentos cirúrgicos e endoscópicos”, explicou Rogério Barboza, destacando ainda a possibilidade de qualificar o serviço de transplante no Estado, com a construção da unidade.

Depois de construído, o Hospital da Mulher contribuirá para a redução das disparidades na assistência médico-hospitalar em Alagoas. O espaço ganhou esse nome por representar um novo rumo na atenção à saúde da mulher, devido à ampliação e à qualificação de serviços clínicos ginecológicos, mas também receberá o público masculino. A unidade será construída em terreno de 57 mil m².

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário