ferramentas de opções binarias online trade online investment and cryptocurrency trading system forex trading sessions gmt forex trading philippines seminar bonus opçoes binarias operando day trade mini indice estrategias iq option opções binárias forex day trading returns segredo das opções binarias how to understand forex trading futhure opcoes binarias entrada para call opçoes binarias how to make money with forex trading opções binárias club do valor algoritmo para opçoes binarias forex trading today planilha easy opçoes binarias gratuita
Home Alagoas Advogados protestam, na orla de Pajuçara, contra a reforma da Previdência

Advogados protestam, na orla de Pajuçara, contra a reforma da Previdência

Por Alagoas Brasil Noticias

Ato aconteceu em outros 23 municípios, com apoio de juristas e da sociedade civil, e pretende discutir pontos da proposta

whatsapp_image_2016-12-18_at_11-50-08

Assim como em outras cidades do Brasil, advogados se reuniram em Maceió neste domingo (18) para protestar contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que reforma a Previdência Social. O grupo se concentrou na orla da Pajuçara com cartazes e faixas em alerta à população.

O ato aconteceu em outros 23 municípios, com apoio de juristas e da sociedade civil. De acordo com a advogada Valeska Machado o objetivo é conscientizar a sociedade quanto às mudanças impostas e tentar barrar a proposta do presidente Michel Temer (PMDB).

“Queremos começar a divulgar o que de fato vai acontecer caso a PEC seja aprovada. As pessoas acham que ela só atingirá a alguns, mas vai atingir a todos, sem exceções, sejam homens, mulheres, trabalhadores rurais, servidores. Ainda queremos retomar depois das festas de fim de ano. Essa ação agora foi a raiz do movimento”.

Nomeado de “Movimento pela verdade na Previdência”, o ato, segundo Valeska, é aberto para quem quiser participar, e não apenas para advogados, além de não ser vinculado a nenhuma entidade ou órgão. Ela acrescenta que a ideia é apenas unir as pessoas para discutir pontos considerados injustos. 

“São 17 pontos. Para receber 100% do seu salário, teria que contribuir uma média de 49 anos. Querem acabar com a aposentadoria especial também, então são dez anos a mais de trabalho para algumas categorias. As mulheres, que já têm jornada tripla, vão se igualar ao homem na aposentadoria e trabalhadores rurais terão que contribuir e só se aposentar com 65 anos. Isso é fora da nossa realidade”, aponta.

Caso aprovada a reforma, a idade mínima para a aposentadoria será de 65 anos para homens e mulheres. A medida também servirá para os setores públicos e privados, deixando excluída apenas a categoria dos militares. De acordo com Valeska Machado, juristas de todo o País rejeitam o projeto. 

“Eles estão usando como argumento o rombo da previdência e dizendo que não há outra solução a não ser impor mais sofrimento à população, mas mais de cem juristas estão provando que isso é mentira. Enquanto a fundamentação da PEC usa apenas quatro juristas”.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário