operando iq option com a analize do meta trade robot de opções binárias iq option melhores dias para operar opções binarias trader brasil investimentos rj rio de janeiro investir com pouco dinheiro swing trade sala de sinal de opções binárias estratégia 60 segundos opções binárias invests well trader get funded trading forex planilha opçoes binarias xls como operar day trade petr4 na clear forex definily trading system warren buffett trading forex operações dau trader o dia todo operações com day trade no imposto de renda melhor indicador de tendencia de mercado opçoes binarias forex trading explained
Home NotíciasPolitica PDT articula retorno à base aliada do governo estadual no próximo ano

PDT articula retorno à base aliada do governo estadual no próximo ano

Por Alagoas Brasil Noticias
Ronaldo Lessa dialoga com Rui Palmeira e Renan Filho por cargos

Imagem relacionada

com o fim das eleições municipais, o coordenador da bancada alagoana, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) informou que já conversou com o prefeito reeleito, Rui Palmeira (PSDB), obviamente para saber quais as secretarias serão do PDT na gestão que se inicia a partir de 1° de janeiro.

Lessa foi um dos articuladores da candidatura única em Maceió e participou da campanha de reeleição de Rui, perdendo assim a indicação da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego (SETE) no governo Renan Filho (PMDB)

Hoje o PDT possui duas pastas no governo Rui, que é a Secretaria de Esporte Lazer e a Secretaria de Abastecimento, Economia Solidária e Trabalho (Semtabes).

“O prefeito disse que a Secretaria de Esporte deve ser transformada em Secretaria do Esporte e Lazer e da Juventude. Ele não me convidou para mais nenhuma pasta”, disse.

Governo estadual

Quanto ao governo estadual, o deputado  afirmou que existe sim uma reaproximação com Renan Filho e que o interesse tem sido demonstrado pelo próprio gestor estadual em discursos durante algumas solenidades. “O governo fez um discurso dizendo que é hora de pensar no Estado, que é hora da gente tentar, não apenas com o PDT, mas ele quer que outras legendas venham para o governo. E o PDT disse que vai conversar”, comentou.

Em tom de brincadeira, Lessa disse que confessou ao governador que gostaria de ficar com a pasta da Saúde (Sesau). “Foi uma forma de elogiar o trabalho que o governador vem fazendo com a saúde estadual. Marcamos uma outra reunião para ver a possibilidade do PDT voltar ao governo”, garantiu.

Lessa adiantou que se puder ser útil ao governo, e se for convidado, ele vai. “O governo tem que ver a necessidade dele e a gente vê se completa, se ajuda ou não”, defende.

Parlamentar vislumbra o Senado

O PDT provavelmente deverá decidir entre PMDB e PSDB, no entanto, o presidente do diretório estadual, o deputado federal Ronaldo Lessa diz que esse não é o momento de se discutir eleição. “Não estamos discutindo eleição, ela só em 2018 e claro que os dois podem se enfrentar, mas até  lá tantas coisas podem acontecer. Hoje, o que eu quero é ajudar o Estado e a prefeitura”, pontuou.

Segundo ele, não houve qualquer imposição dos gestores – estadual e municipal- para que deixasse o apoio. “Em princípio estamos apenas conversando a possibilidade da gente integrar a equipe. Ele disse que quer a gente de volta no governo”, comentou.

ELEIÇÕES

Quando o assunto é o pleito eleitoral de 2018, o deputado federal disse que tem vontade de concorrer ao Senado, no entanto, deve mesmo ficar na reeleição para deputado federal. “Se eu sentir que existe espaço e força política me apoiando para ir ao Senado, eu vou. Mas se não tiver, não tem nenhum problema em ir para reeleição de deputado federal”, falou.

De acordo com o deputado esse deve ser o caminho, até porque essa foi a primeira experiência na Câmara Federal e, “se eu puder volto para Câmara”, garantiu.

Já na eleição da coordenação da bancada federal, o deputado adiantou que conta com o apoio dos deputados federais Pedro Vilela (PSDB), Arthur Lira (PP), Paulão (PT) e o senador Benedito de Lira (PP) já declaram o voto na reeleição de Lessa. “Vamos ver o que pensam os outros membros, nenhum aqui apareceu como candidato”, disse.

Comitê da Seca cobra apoio da bancada federal alagoana

O Comitê da Seca em Alagoas convocou os membros da bancada federal para apresentar a realidade do Estado de Alagoas.

O presidente do Comitê, Moisés Melo, revelou que o objetivo da reunião é apresentar aos parlamentares alagoanos propostas para enfrentar a seca, com soluções imediatas, a médio e longo prazo. “O convite foi feito porque precisamos buscar recursos e juntos apresentarmos a solução”, revelou.

Moisés disse que a reunião é uma antecipação do problema que está por vir, que é falta de água. “Estamos decretando situação de emergência em mais 37 municípios aqui da zona da Mata”, lamentou.

Para combater essas situações de emergência o Estado já vem realizando algumas ações como a perfuração de poços e captação de água das barragens particulares. “Precisamos de aproximadamente R$ 157 milhões para resolver essa parte emergencial nossa”, revelou.

Ronaldo Lessa, coordenador da bancada disse que fará tudo o que for possível para ajudar o Estado. E lembrou que hoje Alagoas possui um bom espaço no governo federal, com o Ministério do Transporte com Maurício Quintella, o Ministério do Turismo com Marx Beltrão, o presidente do Senado, Renan Calheiros, tem o presidente da Comissão de Orçamento, que é o deputado federal Arthur Lira (PP).

“Estamos vivendo um momento onde pessoas da bancada tem posições destacadas, cada um tem o seu papel. Estamos vivendo um momento em podemos colher do governo federal a ajuda possível para conter essa seca”, informou.

Ainda que a presença tenha sido apenas de dois membros, dele e da deputada Rosinha da Adefal (PTdoB), Lessa diz que a bancada vai se desdobrar para atender. “Eu faço elogio a bancada porque a gente não vive brigando. Temos uma maturidade política, seriedade e respeito ao povo”, declarou o parlamentar.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário