qual o imposto para opções binárias 2019 aletas cvm opçoes binarias qual corretora de opções binárias utiliza o número 34 opçoeis binaria sem deposito melhor curso opções binarias quanto tempo dura uma operação no day trade encontrar trade oara operar forex opcoes binarias como investir na bovespa trader como operar em tradear como funciona as corretoras de opções binárias taticas operador trader which is the best forex trading site australia como começou as opções binárias curso opções binárias ronal cutrim 2018 gratis sinais main abs opçoes binarias opções binárias vencedor
Home NotíciasEconomia Procon finaliza Operação Natalina com média de 300 estabelecimentos fiscalizados

Procon finaliza Operação Natalina com média de 300 estabelecimentos fiscalizados

Por Alagoas Brasil Noticias
Ação ocorreu entre os dias 30 de novembro e 16 de dezembro e visa promover vistoria educativa em empresas

Agentes visitaram lojas, lanchonetes e restaurantes e esclareceram pontos da lei em respeito aos consumidores (Foto: Assessoria)

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/AL) finalizou nesta semana a “Operação Natalina”, uma parceria entre a Escola Estadual de Defesa do Consumidor (EEDC/AL) e o setor de fiscalização do órgão. A ação teve início em 30 de novembro e foi até 16 de dezembro, data na qual aproximadamente 300 fornecedores foram vistoriados.

De acordo com o relatório da operação, a atividade teve como proposta “promover ação fiscalizatória educativa em todas as empresas do calçadão do comércio de Maceió”. Os agentes visitaram lojas, lanchonetes e restaurantes promoveram ao responsável/gerente da loja uma resumida capacitação/conscientização dos direitos do consumidor, as obrigações legais dos fornecedores e as leis que as impõem.

Esse tipo de fiscalização educativa foi a maior já realizada pelo órgão alagoano. Após a coleta de informações, foi constatado pelo menos uma ou duas irregularidades em 90% das empresas, como a lei do troco.

“Essa ação não foi feita apenas para a orientação dos lojistas, mas também para uma coleta de dados. A partir do relatório observamos que a maioria dos estabelecimentos ainda possui irregularidades mesmo que básicas e isso deve ser regularizado”, explicou o superintendente do Procon/AL, João Neto.

Agenda

Como resultado da operação, foram criados: um banco de dados com as informações de todas as empresas e as irregularidades encontradas (para acesso a futuras fiscalizações) e uma agenda de contatos telefônicos de todas as lojas do calçadão do comércio, com nome e telefone pessoal dos gerentes/responsáveis, proporcionando um atendimento mais eficiente às reclamações.

Os estabelecimentos têm até dez dias para solucionar as infrações. Abaixo, a relação especificada com o “Top 6” de irregularidades encontradas nos estabelecimentos fiscalizados:

Lei do troco (59%)

Formas de pagamento (48%)

151 Procon-AL (32%)

Produtos da vitrine (31%)

Balcão acessível (26%)

Precificação direta (24%)

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário