estratégias para opções binárias core liquidity markets opçoes binarias forex na olimp trade operação fechada por tempo limite melhores ações opçoes petro para investir rico curso para operar em opções binárias gratis agora invest day trader forex trading deutsch opcoes binarias passo a passo melhores opções binárias para aposta trading channels forex pdf gerenciamento opções binárias online como declaro quando fazer dau trade em findo de investimento média móvel opções binárias trader tiago bl opções binárias ativos no brasil para se operar trade como operar no domingo e fazer trader como operar mini indice no profit trader clear
Home NotíciasEsportes Com saudade da família, Nenê pode trocar Vasco pelo futebol paulista

Com saudade da família, Nenê pode trocar Vasco pelo futebol paulista

Por Alagoas Brasil Noticias

   (Crédito: Ascom Vasco)

O meia-atacante Nenê tem mais dois anos de contrato com o Vasco, mas reconhece que o lado familiar está pesando para ele buscar novos ares. O jogador vive no Rio e seus filhos estão em Jundiaí com sua esposa. Ele achava que teria tempo de vê-los com mais frequência, mas se enganou. A saudade de casa pesou e ele tem chances de voltar para o futebol paulista.

“Eu sou muito feliz no Vasco, só que não sabemos o que pode acontecer no futebol. Estou me abrindo, voltei ao Brasil para ficar perto dos meus filhos e no Rio não estou conseguindo. Minha prioridade é o Vasco porque tenho contrato. Não conversei com ninguém sobre isso, amo o Vasco e sua torcida. Mudar por enquanto é uma hipótese, apenas isso”, disse, durante evento de lançamento do game PES2017, em São Paulo.

Nenê é ídolo da torcida do Vasco e lembrou que não é de fugir nos momentos mais delicados. “Eu não tomei nenhuma decisão. Na hora que o time caiu para a Série B, tinha várias propostas, mas não abandonei. Ajudei a colocar o Vasco de voltar ao seu lugar merecido, que é a primeira divisão”, explicou.

São Paulo, Santos e Corinthians buscam um jogador do perfil de Nenê, mas ele garante que não recebeu qualquer proposta. E lembra que, qualquer que seja sua decisão, é porque o lado familiar falará mais alto. “É difícil falar porque fiquei tanto tempo longe dos meus filhos e mesmo no Rio, que é do lado, eu não consigo vê-los. São adolescentes, sinto muita falta deles. Em relação pessoal, não esportiva, poderia pensar nessa hipótese de mudar”, concluiu.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário