site de sinais de opços binarias olinne estrategia opçoes binarias grafico de segundos forex trading login corretoras opcoes binarias curso trader automatizar opções binárias alugar sala comercial para operar trade forex trading training in johannesburg opções binárias na plataforma rico trade invest jundiaí empresa de investimentos trader como operar na venda nas acoes no swing trade opções binárias com bonus trade dolar como investir infomoney operando master trade binary copiar ações opções binárias operando com a robotic trader na real opções binárias 2015
Home Alagoas Prefeito de Cacimbinhas deverá ser ‘aclamado’ o novo presidente da AMA

Prefeito de Cacimbinhas deverá ser ‘aclamado’ o novo presidente da AMA

Por Alagoas Brasil Noticias

Ao que tudo indica a eleição para presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) está praticamente definida, já que o PMDB deve eleger o sucessor do atual presidente e prefeito de Jequiá, Marcelo Beltrão (PRB).

A eleição acontece na segunda quinzena de janeiro de 2017.  

Porém, no quesito articulação com os novos prefeitos, o governador Renan Filho (PMDB) tem trabalhado nos bastidores para ‘aclamar’ um grande aliado político na presidência da entidade. 

O prefeito eleito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley (PMDB), é o nome que vem sendo trabalhado no Palácio República dos Palmares para comandar os destinos da AMA no biênio 2017-2018. 

Já o governador não tem medido esforços para ‘cobrar’ de seus aliados empenho para eleger Wanderley que tem grandes laços políticos com a família Calheiros, inclusive, com o apoio irrestrito do senador Renan Calheiros. 

Nesse imbróglio da disputa pela cadeira de presidente vários nomes entraram na ‘briga’ com o intuito de chegar ao cargo almejado por muitos prefeitos eleitos no dia 02 de outubro. 

Pauline Pereira (PSDB), de Campo Alegre; Jeannyne Beltrão (PRB), de Jequiá da Praia; Rosiana Beltrão (PMDB), de Feliz Deserto; Hugo Wanderley (PMDB), de Cacimbinhas; e Marcelo Lima (PMDB), de Quebrangulo; eram os prováveis postulantes à presidência.

No quebra-cabeça do pleito, ainda durante o mês de outubro, como publicado aqui no blog, Pauline Pereira (PSDB), Jeannyne Beltrão (PRB) e Rosiana Beltrão (PMDB) decidiram fazer uma união e marchar juntas na eleição. 

Porém, Renan Filho acalmou os ânimos da disputa ao fazer acordos com suas aliadas, incluindo, a família Pereira que seguia para o pleito com apoios importantes sem revogar (antes de conversar com o governador) a decisão. 

O que houve?

No xadrez político em busca da AMA, o governador vai ‘acomodar’ membros dos Pereiras em alguma (as) Secretaria (as) após a chegada de 2017. Com isso, em troca da “bondade” Calheirista, Pauline Pereira se alia a Hugo Wanderley para findar o pleito vindouro. 

Com  isso, a nova diretoria da AMA será composta pelas famílias Pereira, Beltrão e aliados que se lançaram ao pleito, ainda mais do PMDB e ligado ao governador, a exemplo de Marcelo Lima de Quebrangulo.  

Portanto, dizem que a Associação dos Municípios Alagoanos será dos Renans – pai e filho – já que os Calheiros contam com maioria dos prefeitos (acima de 60, segundo os próprios aliados) alagoanos que votam em quem o governador e o senador apontarem. 

Será?  

Por fim, eis que nesse duelo só não pode esquecer do tucanato-mor em Alagoas. Lembrando que Rui Palmeira (Maceió) e Rogério Teófilo (Arapiraca), dois atuais e importantes nomes do PSDB, também almejam que um  aliado entre nessa seara eleitoral. 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário