operando day trade com menindce trading forex real nova plataforma.de.investimento trade multinivel investir 10 dolares em trade tem como viver de opções binarias estrategia opções binarias 1 minuto operando day trade traduzione tempo de entrada opções binárias investimento em trade marketing no brasil core liquidity markets opçoes binarias tps app.a2 trader.investimentos apresentacao optionbr3 site de opções binárias que da r 1000 de demo opções binárias fraude?trackid=sp-006 xp investimentos plataforma trader meta grupo opções binárias whatsapp opções binárias empresa da dinheiro para investir
Home NotíciasEconomia Petrobras anuncia venda de complexo químico-têxtil no Grande Recife por R$ 1,26 bi

Petrobras anuncia venda de complexo químico-têxtil no Grande Recife por R$ 1,26 bi

Por Alagoas Brasil Noticias
Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), localizadas em Ipojuca, pertencerão à mexicana Alpek

A Petrobras anunciou a venda da Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e a Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), que integram o complexo industrial químico-têxtil localizado no Porto de Suape, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife. As empresas passarão a pertencer à mexicana Alpek, que pagará o valor de US$ 385 milhões pela transação, o equivalente a aproximadamente R$ 1,26 bilhão.

A assinatura do contrato para venda das companhias foi aprovada em reunião do Conselho de Administração da Petrobras realizada na quarta-feira (28). Subsidiárias integrais da estatal, a PetroquímicaSuape e a Citepe reúnem três unidades industriais integradas: a de PTA (ácido tereftálico purificado), a de filamentos de poliéster e a de resina PET (polietileno tereftalato).

A PetroquímicaSuape tem capacidade de produção de 1,15 milhão de toneladas de material plástico por ano e a fábrica da Citepe pode produzir, por ano, 90 mil toneladas de filamento de poliéster.

Sobre o grupo que comprou as companhias, a Petrobras informou, em um texto publicado em seu site, que a Alpek é “uma empresa mexicana do Alfa, de capital aberto, que atua no setor petroquímico e que ocupa uma posição de liderança na produção de poliéster (PTA, PET e filamentos) no mundo”.

Ainda de acordo com a estatal, a venda está alinhada ao Plano Estratégico da Petrobras, que objetiva otimizar o portfólio de negócios através da saída integral das participações em petroquímica. A operação faz parte do programa de parcerias e desinvestimentos e será contabilizada para a meta do biênio 2015-2016.

Apesar da confirmação dessa venda, a Petrobras não conseguiu alcançar a meta de US$ 15,1 bilhões estabelecida pelo programa de parcerias e desinvestimentos para o biênio 2015-2016. No período citado, o programa totalizou US$ 13,6 bilhões. “A meta do programa de parcerias e desinvestimentos para o biênio 2017-2018 será automaticamente acrescida desses valores, totalizando agora US$ 21 bilhões”, finaliza o texto publicado no site da estatal.

Nota da Alpek

Por meio de nota, a empresa mexicana Alpek confirmou que o contrato de compra das duas companhias foi firmado com a Petrobras e informou que o valor da transação será pago em reais na data do fechamento da operação. Também ressaltou que o valor anunciado está sujeito a ajustes de capital de giro e dívida líquida.

“O fechamento da transação requere aprovações corporativas adicionais e está sujeito a várias condições precedentes, incluindo a aprovação das autoridades governamentais competentes”, destaca, ainda, o texto.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário