trader iniciante fazendo operação como encerrar uma operação de swing trade no simulador estatistica opçoes binarias corretoras de opçoes binarias direto do mt4 o que um trader dos investimentos opções binárias simulador e de verdade ou mentira operações comuns day trade fast trade operar forex day trade como montar uma operação mesa operadora para day trade forex trading horror stories margem de garantia para operar swing trade na xp configuração para operação de day trader melhores corretoras de investimentos para trader is forex trading profitable 2015 indicadores de opções binárias que nao repintan curso de investimento day trade
Home Brasil Massacre em presídio de Manaus deixa dezenas de mortos

Massacre em presídio de Manaus deixa dezenas de mortos

Por Alagoas Brasil Noticias
   (Crédito: Reprodução)

Uma rebelião no Complexo Penitenciária Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, deixou dezenas de mortos e feridos. O juiz Luís Carlos Valois, que esteve no local, disse que viu muitos corpos, e que “aparentemente morreram entre 50 e 60 presos”, mas que era difícil precisar o número “pois muitos estavam esquartejados”. As autoridades ainda não confirmam o número.

A crise na unidade começou na tarde de domingo, e a situação foi controlada durante a manhã desta segunda-feira, após negociações com os detentos. Na noite do dia 1º, o secretário de Segurança Pública do Estado, Sérgio Fontes, afirmou que trata-se de um “massacre” provocado pela briga entre as facções criminosas Primeiro Comando da Capital, originária de São Paulo, e a Família do Norte, do Amazonas.

Segundo Fontes, seis detentos foram decapitados e tiveram seus corpos arremessados para fora da unidade. Ao menos 12 guardas prisionais foram feitos reféns e posteriormente liberados sem ferimentos.

De acordo com a Umanizzare, empresa responsável pela gestão do Compaj, a unidade abriga 1072 internos. O secretário também afirmou que foram ouvidos disparos de arma de fogo no início da rebelião, por volta das 15h de domingo. “Precisamos averiguar se eles usaram armas”, disse o secretário. 

Ele disse também que antes do levante houve uma fuga no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), também em Manaus, que teria sido uma cortina de fumaça para a rebelião. Um dos presos que fugiu do Ipat chegou a postar no Facebook uma foto de sua fuga da unidade com a legenda “Fulga (sic) da cadeia”.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário