configurar bandas de bollinger para opções binárias 6 best forex trading systems in the world qual cod para operar forex meta trader opções binárias ports trader estrategia utilizando o atr opçoes binarias quais meses nao operar opçoes binarias alavancagem opções binarias opções binárias paises proibidos melhores mercados para operar opções binárias do mundo como retirar dinheiro de opções binárias profit trader clear operando youtube estrategia rsi mma em opçoes binarias iq option como ter menos riscos em opções binárias material de opções binárias grátis do curso do bruno consultation on forex trading ganha em opçoe binaria com suporte e resistencia lista dos melhores trading em forex do brasil
Home Alagoas Alagoas terá chuvas abaixo da média nos próximos meses, diz Semarh

Alagoas terá chuvas abaixo da média nos próximos meses, diz Semarh

Por Alagoas Brasil Noticias

Em meio a um forte período de seca em municípios do Sertão e de crise hídrica em outras regiões de Alagoas, a Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) divulgou nesta quarta-feira, 4, as projeções para os períodos de chuvas entre os meses de janeiro, fevereiro e março em Alagoas.

O meteorologista da Sala de Alerta da Semarh, Vinícius Nunes Pinho, explica que as previsões não são muito animadoras principalmente para os municípios que se encontram em situação de emergência devido à seca.

Segundo a meteorologia, o verão – estação atual do ano –, apresenta um tempo bastante seco e com níveis de vento abaixo da média. Com esse cenário, a quantidade de chuvas beira a escassez e não será suficiente para abastecer os reservatórios e nem amenizar a seca.

“Estamos iniciando o período do fenômeno La Niña e sua característica é o aumento de chuvas na região do Nordeste. No entanto, esse período de La Niña está fraco e a perspectiva é que as chuvas fiquem dentro ou abaixo da normalidade e não acima como deveria ser”, argumenta o meteorologista.

Outros fatores se tornam preponderantes para que as regiões tenham chuvas abaixo das expectativas. Um deles é a temperatura do Oceano Atlântico que está mais elevada no Hemisfério Norte em relação ao Hemisfério Sul, diminuindo assim o acréscimo de umidade no Nordeste. Ou seja, é um fenômeno com influência direta na diminuição das chuvas.

Outro exemplo constatado pela meteorologia para justificar o período abaixo do normal de chuvas é o sistema de alta pressão localizado no Oceano Atlântico, conhecido como alta subtropical.

“É um fator significativo e que está muito próximo da costa, contribuindo para que as frentes frias que chegam do Sul fiquem estacionárias no Sudeste e não se desenvolvam até a região Nordeste. Assim, a previsão demonstra que os municípios alagoanos, principalmente os do semiárido, terão chuvas abaixo da normalidade e insuficientes para repor o déficit hídrico até março”, complementa o meteorologista Vinícius Nunes Pinho.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário