Anadia/AL

23 de outubro de 2021

Anadia/AL, 23 de outubro de 2021

Confira 10 fatos pouco conhecidos sobre o iPhone

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 10 de janeiro de 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
ipo
iPhone guarda alguns segredos que nem todos os fãs da marca conhecem

O iPhone completa 10 anos de sua primeira aparição pública. Nesse mesmo dia, en 2007, Steve Jobs subiu ao palco da Macworld Expo para apresentar o que ele dizia ser mais uma revolução no mercado de produtos eletrônicos.

Nessa não tão longa história que inclui bem mais do que 10 versões, o iPhone guarda alguns segredos que nem todos os fãs da marca conhecem. Confira abaixo algumas dessas curiosidades:

1 – O iPhone “original”

Como toda empresa de tecnologia, a Apple também usou um codinome para esconder o desenvolvimento do primeiro iPhone de bisbilhoteiros. Internamente, o dispositivo era chamado de Project Purple 2. O “Purple 1” foi a primeira tentativa da Apple de lançar um telefone, em 2002, mas o projeto acabou suspenso por motivos desconhecidos.

2 – O iPhone 3G

Nem todos sabem, mas o primeiro iPhone a ser lançado oficialmente em terras brasileiras foi o iPhone 3GS. A primeira geração passou longe do Brasil, mas a segunda chegou por aqui em 26 de setembro de 2008. O celular era vendido apenas pela Vivo e pela Claro, e custava entre R$ 899 (versão pós-paga da Vivo, com 8GB de memória interna) e R$ 2.599 (versão pré-paga da Claro, com 16GB).

3 – O iPhone 3GS

A terceira versão do iPhone foi também a primeira a repetir o nome da geração anterior adicionando apenas uma letra “S” à marca. O iPhone 3GS chegou ao mercado em 2009 e, segundo Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple, o “S” está ali representando “speed”, que significa “velocidade”. Ou seja, o 3GS era uma versão mais rápida do iPhone 3G. Desde então, cada upgrade de geração vem com a letra S marcando a mudança (iPhone 6 para o 6s, por exemplo).

4 – O iPhone 4

O ano de 2010 marcou a chegada da quarta geração do iPhone: o iPhone 4. Entre as novidades dessa versão estava um reforço no vidro que compõe a tela do aparelho. Segundo a Apple, o material era o mesmo usado em janelas de helicópteros. Curiosamente, porém, a empresa chegou a ser vítima de um processo coletivo pela suposta fragilidade dessa tela.

5 – O iPhone 5

O iPhone 5 foi o primeiro celular da Apple lançado sob o comando de Tim Cook, embora Steve Jobs tivesse trabalhado no design dele enquanto ainda era vivo. Na época do lançamento do iPhone 5, em setembro de 2012, a Apple vendia-o como “a maior coisa a acontecer com os iPhones desde o iPhone”.

6 – O iPhone 6

Os iPhones 6 e 6 Plus foram os primeiros modelos em muito tempo a mexer no tamanho da tela dos iPhones. Se nos dispositivos anteriores as telas tinham quase sempre quatro polegadas, o iPhone 6 tinha uma tela de 4,7 polegadas; o 6 Plus, por sua vez, trazia uma tela de 5,5 polegadas. Foi uma maneira da Apple apostar na tendência de celulares maiores, mas manter suas opções abertas caso a moda não pegasse. Não foi só a tela que aumentou: eles também foram os primeiros iPhones a ter opções de 128GB de armazenamento.

7 – O iPhone 6s

Mantendo a tendência de lançar iPhones em dois tamanhos diferentes, a Apple lançou em setembro de 2015 os iPhones 6s e 6s Plus. Eles foram os primeiros iPhones que não tiveram qualquer contribuição de Steve Jobs, o cofundador e ex-presidente da empresa, que morreu em 2011.

8 – O iPhone SE

Em março de 2016, a Apple resolveu voltar ao formato de quatro polegadas com o iPhone SE. Segundo Phil Schiller, o vice-presidente de marketing da Apple, a sigla significa “Special Edition” (edição especial), o que faz sentido, porque de certa maneira o retorno ao formato menor é um caso “especial” para a Apple. A medida pode ter sido pensada pela empresa como uma tentativa de “dar uma forcinha” às vendas de iPhone lançando um dispositivo menor e mais barato que usuários de iPhones 5s e anteriores poderiam comprar como uma ótima atualização a seus aparelhos.

9 – O iPhone 7

Os últimos iPhones que a Apple lançou, em setembro de 2016, foram o iPhone 7 e o 7 Plus. Além das tradicionais melhorias de performance, eles também acabaram com um dos principais problemas dos iPhones: a falta de espaço. Eles foram lançados em versões de 32GB, 128GB e 256GB, acabando de vez com os smartphones de 16GB da Apple. Àquela altura, a Apple era a única empresa a lançar celulares com memória não-expansível de 16GB, então a mudança foi muito bem-vinda. Os iPhones 6, 6 Plus, 6s e 6s Plus também se beneficiaram da mudança, já que eles começaram a ser vendidos em tamanhos de 32GB, 64GB e 128GB.

10 – Bônus: o relógio dos iPhones

Em toda peça de marketing, imagem promocional, foto de divulgação ou comercial, o iPhone (não importa sua versão) sempre aparece exibindo o mesmo horário: 9:41 da manhã. Não é coincidência e nem um número jogado aleatoriamente. Segundo Scott Forstall, um dos chefes da equipe que desenvolve o iOS, todas as apresentações de novos produtos da Apple são organizadas para começar às 9h da manhã (horácio local) e para que o produto seja mostrado pela primeira vez sempre 40 minutos depois. “Quando a grande imagem do produto aparece na tela, queremos que o horário seja próximo ao horário real nos relógios do público”, explica o executivo.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter